MARACÁS @ Na Bahia cidade se destaca pela produção de flores - Observador Independente

BAHIA

15 de septiembre de 2018

MARACÁS @ Na Bahia cidade se destaca pela produção de flores

Crédito da foto Ibraflor / Divulgação   




Belas e exóticas. Perfumadas e coloridas. São elas: orquídea, rosa, murta, jasmim, hortênsia, crisântemo, violeta, dama-da-noite, copo de leite… As flores vêm logo à mente quando o calendário sinaliza a chegada da Primavera a pouco mais de 20 dias. 

Ainda que as estações no Brasil não sejam bem definidas, a chamada “estação das flores” instiga a sensação de alegria, leveza e bem-estar. Mais do que isso, as flores movimentam R$ 216 milhões em vendas por ano na Bahia, segundo dados de 2016 do Instituto Brasileiro de Flores (IBRAFLOR). 

Ainda conforme a entidade, produtores baianos ocupam a oitava posição no ranking nacional no cultivo de flores e plantas ornamentais – o que é considerada uma produção pequena em relação a outras praças, como São Paulo, mas que se destaca pela beleza e diversidade de espécies.

Entre inúmeros municípios baianos que têm sua produção de flores intensificada neste período, como Feira de Santana, Vitória da Conquista, Mata de São João, Camaçari, Morro do Chapéu, Ilhéus e Palmeiras, destaque para Maracás. 

Maior produtora de flores do Estado, a “Cidade das Flores”, como é chamada, ganhou o título graças à altitude e à temperatura ideais para o cultivo. A floricultura no município vem se sobressaindo desde 2001 como uma importante alternativa de trabalho e renda. Por lá são mais de 200 produtores de flores, distribuídos em projetos divididos entre associações e produtores privados.


Correios 24hs Ibraflor
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas