SALVADOR @ Mãe reconhece assassino de filho durante apresentação no DHPP - Observador Independente

BAHIA

15 de septiembre de 2018

SALVADOR @ Mãe reconhece assassino de filho durante apresentação no DHPP

“Benga” foi apresentado sob forte esquema de segurança. Foto: Igor Tiago/Aratu Online




A apresentação de um suspeito no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Salvador se tornou dramática para uma mulher que prefere o anonimato nessa entrevista. Quando o rosto de Luciano de Jesus Mota, o “Luciano Benga”, 22 anos, foi mostrado pela imprensa, a mãe de um jovem assassinado em julho, não teve dúvida: era ele o autor do crime. O caso aconteceu no bairro do Engenho Velho da Federação no primeiro dia do mês.

Na entrevista ao site Aratu Online, de Salvador, a mãe de Danilo Macedo da Silva Santos, 21 anos, contestou a informação dada por testemunhas na época do assassinato. A população local disse à reportagem na oportunidade que a vítima desceu de um ônibus fazendo símbolo de uma facção criminosa.

A mulher relata que o filho teria conhecido uma menina no bairro da Santa Cruz durante uma festa. Dias depois, ele teria ido ao Engenho Velho da Federação, onde o tráfico de drogas é comandado pelo “Bonde do Maluco”, para encontrar com a garota, mas teria se perdido e flagrado pelos bandidos.

Ainda de acordo com a mãe da vítima, ao entrar na Rua das Palmeiras, Danilo teria sido abordado por “Luciano Benga” e outro homem, identificado pelo apelido de “Mané”. Após descobrirem que Danilo era morador de Santa Cruz, onde a facção “CP” domina o tráfico, a dupla disparou diversos tiros, matando Danilo na hora.

Ao ver a apresentação do suspeito, a mulher, acompanhada dos outros filhos, foi ao DHPP e acabou sendo ouvida por um dos delegados que conduzem a investigação. Ela ouviu do policial que esse homicídio será colocado, após outras apurações, incluído na vasta ficha criminal de “Benga”. “Mané” também está sendo procurado.

Luciano “Benga” integrava o nove paus do Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública, uma ferramenta lúdica para apresentar à população o rosto dos criminosos mais procurados da Bahia.



aratuonline
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas