SALVADOR @ Morre, em Salvador, o jornalista Luís Augusto de Almeida - Observador Independente

BAHIA

23 de septiembre de 2018

SALVADOR @ Morre, em Salvador, o jornalista Luís Augusto de Almeida

Jornalista lutava contra câncer de pâncreas e fígado — Foto: Arquivo pessoal   




Morreu, na madrugada deste domingo (23), aos 65 anos, o jornalista Luís Augusto de Almeida Gomes. De acordo com familiares, ele lutava há seis meses contra câncer de pâncreas e fígado. Ele deixa dois filhos.

O jornalista estava internado no Hospital da Bahia, em Salvador, desde o dia 7 de setembro, em uma unidade semi-intensiva, com quadro de infecção e complicação renal. O enterro será neste domingo, às 16h45, no cemitério Bosque da Paz.


Biografia

Luís Augusto de Almeida Gomes era natural de Salvador, onde nasceu em 1º de novembro de 1952. Em 1978, se formou em jornalismo pela Universidade Federal da Bahia.

Iniciou a trajetória profissional como redator, na Tribuna da Bahia, tendo passado sucessivamente, como repórter, redator e editor, pelo Jornal da Bahia (1975-76), A Tarde (1977-79 e 1995-2004) e novamente Tribuna da Bahia (2006-09).

Na área pública, foi redator da Secretaria de Comunicação Social do Estado da Bahia na gestão Roberto Santos (1978-79) e chefe da Redação da Secretaria Extraordinária de Informação e Divulgação da Prefeitura de Salvador na primeira gestão Mário Kertész (1979-81).

No ano de 1982, trabalhou como repórter da sucursal de O Globo em Salvador. De 1982 a 1990, foi editor de jornais de circulação interna no Polo Petroquímico, tendo atuado, entre outras empresas, na Nitrocarbono, CPC, Ciquine, Polialden, Ceman e Pronor.

Em 1988, foi coordenador de Jornalismo da Secretaria de Comunicação do Estado no governo Waldir Pires (1988-89), exercendo a mesma função na Prefeitura de Salvador na gestão Fernando José (1990-92). Na gestão Lídice da Mata (1993-96), foi redator da Secretaria de Comunicação.

Desde 1997, ele integrava o quadro efetivo de revisores da Assembleia Legislativa.

Ingressou no jornalismo político em 2006, na Tribuna da Bahia, tendo conquistado, naquele ano e em 2007, pelo voto secreto dos deputados, o Prêmio Quintino de Carvalho, destinado à melhor cobertura da Assembleia Legislativa na categoria de jornalismo impresso.

Lançou o blog "Por Escrito", em 25 de abril de 2009, tendo sido agraciado, também em votação secreta dos parlamentares, em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013, com o Prêmio Armando Lobracci Neto, como autor da melhor cobertura da Assembleia em jornalismo na internet.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas