SALVADOR @ Preso suspeito de matar mulher no bairro Santo Inácio; ele contestava paternidade de filhos - Observador Independente

BAHIA

3 de septiembre de 2018

SALVADOR @ Preso suspeito de matar mulher no bairro Santo Inácio; ele contestava paternidade de filhos

Crédito da Foto: divulgação/Polícia Civil



O homem suspeito de assassinar uma mulher de 29 anos no bairro de Jardim Santo Inácio, em Salvador, foi preso. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (3/9) pela Polícia Civil. Ricardo Oliveira Conceição, de 36 anos, foi localizado por policiais militares momentos depois do crime, cometido no final da tarde de domingo (2/9).

Ricardo alegou que assassinou a vítima por ciúmes. De acordo com as investigações, ele foi até a casa de Márcia Silva e durante uma discussão pegou uma faca na cozinha da casa da ex-companheira e desferiu os golpes. Ela não resistiu e morreu no local. Ricardo foi preso nas proximidades da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Santo Inácio.

Ainda segundo a Polícia Civil, Márcia não convivia com o suspeito desde quando ele foi preso e autuado por violência doméstica e lesão corporal contra ela, registrado na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) em outubro de 2017. Além disso, ele tem outras quatro passagens em delegacias por diversos crimes.
Márcia Silva morreu na hora. Foto: arquivo pessoal

Ricardo já responde em cinco inquéritos relativos a furto, tráfico de drogas, roubo, receptação, além dos crimes registrados na Deam. Ele foi autuado em flagrante por feminicídio e segue preso à disposição da Justiça. Márcia deixa dois filhos, de cinco e quatro anos, que eram registrados por Ricardo e que ele contestava a paternidade.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas