SALVADOR @ Quatro carcaças de barcos e objetos são removidos da praia do Rio Vermelho - Observador Independente

BAHIA

15 de septiembre de 2018

SALVADOR @ Quatro carcaças de barcos e objetos são removidos da praia do Rio Vermelho

Crédito da foto : ATarde online    



Neste sábado (15), quatro carcaças de barc os da praia do Rio Vermelho, da Colônia de Pescadores à Praia da Paciência, em Salvador, além de mais de 20 pneus e outros objetos, como carrinhos de supermercados deixados no local.

Os proprietários haviam sido notificados durante a semana, mas não tomaram nenhuma providência. As embarcações estavam deterioradas e em situação de abandono. As carcaças recolhidas foram removidas para o setor de Guardas e Bens, localizado na Avenida San Martin. Quem tiver interesse, pode reaver o material em um prazo de até 60 dias, pagando multa no valor que varia entre R$ 855,77 a R$ 1,1 mil. 

A ação da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) contou com a participação da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), que atuou na abordagem social à população em situação de rua; da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), com o recolhimento dos resíduos sólidos na areia da praia; do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), no combate à ratos, focos e criadouros do Aedes aegypti, além da 12ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e 7ª Delegacia de Polícia Civil.

No total, mais de 40 agentes participaram da operação, que também contou com a presença de representantes da Associação dos Moradores e Amigos do Rio Vermelho (Amarv), da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA) e da Prefeitura-Bairro Barra/Pituba. 

“Esta ação conjunta tem como objetivo melhorar a estética da orla da cidade retirando carcaças de barcos em desuso e evitar a proliferação de insetos e roedores nesses locais”, afirma o secretário de Ordem Pública, Marcus Passos.
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas