SERROLÂNDIA @ Ex-prefeito é punido por superfaturar transporte de cadáveres - Observador Independente

BAHIA

14 de septiembre de 2018

SERROLÂNDIA @ Ex-prefeito é punido por superfaturar transporte de cadáveres

Crédito da charge / Divulgação internet    




O ex-prefeito de Serrolândia, Gildo Mota Bispo, terá que devolver aos cofres municipais R$1.075,00 porque superfaturou o custo do transporte de cadáveres de munícipes para velórios e sepultamentos, ao longo do ano de 2016. O traslado dos corpos – dois -, em ocasiões distintas, foi da vizinha cidade de Jacobina, onde ocorreram as mortes, até Serrolândia. A punição foi determinada pelo Tribunal de Contas dos Município, na sessão da quinta-feira (13/09).

Os dois contratos, assinados pelo ex-prefeito para a prestação do serviço, previa o pagamento de dois reais e vinte e cinco centavos por quilômetro percorrido, o que daria um total – de acordo com denúncia apresentada à Corte de Contas por Afonso Henrique Cordeiro Araújo Maia, cidadão do município – de R$225,00, pelo transporte dos dois corpos, já que teriam sido percorridos pouco mais de 100 quilômetros nas viagens. Ocorre que o ex-prefeito Gildo Bispo pagou R$800,00, no primeiro caso, e R$500,00, no segundo.

Desta forma, o conselheiro José Alfredo Rocha Dias, que relatou o processo, determinou o ressarcimento aos cofres municipais de R$1075,00, que foram pagos a mais. A determinação, aprovada pela unanimidade dos conselheiros presentes à sessão, teve também parecer favorável do Ministério Público de Contas.

Cabe recurso da decisão.

Assessoria de Comunicação
Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia
+ 55 (71) 3115-4444

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas