CAMAÇARI @ ELEIÇÕES 2018 # Vice prefeito TUDE não emplaca como deputado estadual e urnas demonstram absoluta rejeição a Elinaldo (DEM), atual prefeito - Observador Independente

BAHIA

9 de octubre de 2018

CAMAÇARI @ ELEIÇÕES 2018 # Vice prefeito TUDE não emplaca como deputado estadual e urnas demonstram absoluta rejeição a Elinaldo (DEM), atual prefeito

Crédito da imagem : Pinterest / Reprodução 



Veja todos os resultados da Eleição 2018 AQUI



Sem nada para mostrar, nem mesmo votos ao seu candidato, o ex-prefeito e atual vice-prefeito do município José Tude, Elinaldo (DEM) comprova o que os adversários políticos e a população em geral confirmam: Não veem a hora de despachar o infeliz para o esquecimento. 

Pelo tamanho do eleitorado de Camaçari, 117.266 votos válidos, a demonstração de desagrado caiu como uma bomba no colo do principal articulador e apoiador do prefeito Elinaldo, ACMNeto, que sofre duas derrotas sucessivas, o prejuízo com José Ronaldo e com um aliado que deveria ser importante mas que acaba de provar que não vale o que consumiu para se eleger.

Sem nada a mostrar em obras e serviços, a educação capengando, quase nenhum compromisso de campanha cumprido, perto de completar dois anos de mandato, o camaçariense deu o recado: Quero ver Elinaldo longe! 

Por incompetência, imperícia ou negligência Elinaldo acabou fazendo o todo poderoso ex-prefeito por três vezes e atual vice-prefeito do município, José Tude (DEM) e por tabela o próprio ACM Neto, (DEM), prefeito de Salvador e presidente da legenda, passar vergonha. 

Na esteira do desastre político e administrativo conhecido pela alcunha de Elinaldo, a Bahia ficou conhecendo a incapacidade política e administrativa do “gestor” para administrar a terceira maior economia do Estado. 

Por outro lado, a inexpressiva votação de Tude abriu espaço para o crescimento de novas lideranças, o que é bom para o município, a exemplo da Professora Angélica que obteve 3.050 votos; Binho do 2 de Julho, com 5.064; João Isidório (PDT) 7.476 votos; Raimundinho da JR 4.271 votos, Jackson (PT), 9.526 votos. Estes três últimos considerados ilustres desconhecidos. Os veteranos, Bira Coroa (PT), 5.182 votos e Maurício Bacelar (PDT), 3.795 votos, renovaram o fôlego, tecnicamente sem nada na mão em comparação com a poderosa máquina de Elinaldo, mas confortavelmente à sombra da incompetência generalizada do prefeito demista.

Inexplicável, e não se faz ideia como a cúpula do DEM vai digerir uma votação tão pífia, inclusive para governador no município, já que José Ronaldo (DEM), candidato do próprio partido de Elinaldo, só obteve 28.133 votos, e Rui Gosta (PT), 83.187 votos. 

As eleições de 2018 na cidade deixaram um recado muito claro para políticos veteranos, incompetentes e desonestos, (exceção do reeleito Luiz Caetano (PT): Não queremos vocês por perto e em 2020 terminaremos de sepultá-los. 

O recado foi dado e só não entenderá aqueles que demonstrarem que nada querem com a vida política do município e só assumiram a prefeitura para se dar bem e formar uma boa aposentadoria à custa do dinheiro do contribuinte. São os políticos "banda voou". Conhece algum?

Do jeito que vai, sem medo de errar, em 2020 a vassoura será implacável, a continuar no rumo desastroso em que se encontra a administração caótica de Camaçari.

Como desculpa, Elinaldo poderá tentar justificar que o PT investiu forte na Bahia, principalmente em Camaçari Camaçari. O problema é que o eleitor começou a cobrar dos políticos mais que Bolsa Família vendo a ostentação dos governantes.

A democracia tem sido mais rápida na Bahia e agora a situação de ACMNeto vai começar praticamente do zero, passando pela escolha que fizer no segundo turno, sinalizará qual será, a reboque das três derrotas sucessivas, Alckimim, José Ronaldo e Elinaldo, o seu futuro político.



Veja todos os resultados da Eleição 2018 AQUI

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas