ELEIÇÕES 2018 @ 'Plantei meu nome na Bahia', avalia José Ronaldo após ficar em 2º lugar na disputa pelo governo - Observador Independente

BAHIA

9 de octubre de 2018

ELEIÇÕES 2018 @ 'Plantei meu nome na Bahia', avalia José Ronaldo após ficar em 2º lugar na disputa pelo governo

José Ronaldo, segundo lugar nas eleições para o governo da Bahia, recebeu a imprensa nesta segunda-feira (8) — Crédito da foto : Adilson Muritiba/TV Subaé





Com 22,26% dos votos válidos, o segundo colocado na disputa pelo governo da Bahia, José Ronaldo (DEM), disse à imprensa, nesta segunda-feira (8), que apesar de não ter conquistado o cargo, ficou feliz porque os eleitores acreditaram nas propostas dele.

O candidato reeleito ao cargo foi Rui Costa (PT).

José Ronaldo era prefeito da cidade de Feira de Santana, segunda maior da Bahia, a cerca de 100 km de Salvador, e deixou o cargo para encarar a corrida pelo governo estadual. Nesta segunda-feira, ao receber a imprensa em Feira de Santana, ele se disse orgulhoso do trabalho que fez.

"Eu fiz com tanta coragem e determinação. O dia que trabalhei menos foram 18 horas [de trabalho] e eu não senti cansaço em momento algum, o que quer dizer que eu fiz com amor, com vontade. Modéstia à parte, acho que plantei meu nome na Bahia e agora vamos andar na vida política e ver o que vai acontecer", disse.

José Ronaldo também agradeceu aos eleitores e enfatizou a atuação dos moradores de Feira de Santana nas eleições. "Quando a gente faz política, a gente faz pensando na vitória. Trabalhei em busca da vitória, não foi possível. A vida é assim, a gente ganha, perde. Saio agradecendo a todos que confiaram nas minhas ideias, que acreditaram nas minhas propostas, as pessoas que me deram apoio de todo o estado da Bahia", falou.

José Ronaldo reforçou que, para o segundo turno das eleições presidenciais, segue mantendo apoio ao candidato Jair Bolsonaro (PSL), que vai disputar o cargo com o candidato do PT, Fernando Haddad. O anúncio do democrata a favor do candidato do PSL ocorreu durante um debate na TV Bahia, no dia 3 de outubro.

Na coletiva desta segunda-feira, Zé Ronaldo comentou sobre a divergência -- no primeiro turno -- entre o seu posicionamento individual e o apoio do DEM no estado ao então candidato Geraldo Alckmin, como havia divulgado o presidente nacional do partido e prefeito de Salvador, ACM Neto.

"O que aconteceu foi que durante um debate, quando falei que faria um voto, na sucessão presidencial, a Bolsonaro, ele queria continuar apoiando Alckmin e eu acho que é direto dele. Ele é presidente do partido, tinha compromisso como presidente de partido e como a pessoa que articulou nacionalmente o apoio do partido [DEM] à candidatura do Alckmin. Eu não participei desse acordo, embora tenha concordado na época", explicou.




g1bahia

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas