EUNÁPOLIS @ Último suspeito de troca de tiros que assassinou morre em novo confronto com policiais - Observador Independente

EUNÁPOLIS @ Último suspeito de troca de tiros que assassinou morre em novo confronto com policiais

Compartilhar
Sargento da PM morreu após troca de tiros com suspeitos na Bahia — Foto: Reprodução/Facebook





Além dele, outros três comparsas participaram da ação, em fevereiro deste ano. Todos foram mortos.

Um jovem suspeito de participar da troca de tiros que terminou com o assassinato do sargento da Polícia Militar Françual Manoel Santos, de 48 anos, na cidade de Eunápolis, no extremo sul da Bahia, morreu em um novo confronto com policiais na madrugada deste domingo (14), em Porto Seguro, na mesma região.

A informação foi divulgada pela Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). O jovem foi identificado como Bruno Conceição de Souza, o "Shrek", de 21 anos. Ele era o único envolvido na ação que ainda estava vivo.

Além de Bruno, outros três comparsas dele teriam participado da troca de tiros contra o sargento, em fevereiro deste ano. Um deles morreu na mesma ação que o PM e outros dois em confrontos com policiais ocorridos após o caso.

Conforme a SSP, Bruno Conceição foi surpreendido por equipes do 8° Batalhão da Polícia Militar (BPM/Porto Seguro) após uma denúncia. O jovem estava em uma festa, no distrito de Pindorama, em Porto Seguro, quando foi localizado.

Durante a abordagem, segundo a SSP, houve um confronto e o suspeito acabou ferido. Ele foi socorrido, mas não resistiu. Com Bruno, de acordo com a secretaria, foram encontrados uma pistola calibre 40, carregador, munições e drogas.

Ainda segundo a SSP, além da ação contra o sergento, Bruno também era suspeito de envolvimento em outros 19 homicídios na região e em um ataque a uma agência bancária, na cidade de Belmonte.

Caso
Bandido suspeito de ter assassinado o Sargento PM conhecido como
Sahrek não resistiu aos ferimentos a bala e morreui 
O sargento Françual Manoel Santos morreu no dia 3 de fevereiro, após uma troca de tiros, durante operação policial, em um trecho da BR-101, na cidade de Eunápolis, no extremo sul da Bahia. Foi a primeira morte de um policial militar no estado neste ano.

Segundo a Polícia Civil, o sargento realizava rondas na região com outros PMs, quando se aproximaram de um carro onde estavam quatro suspeitos. Os homens atiraram contra os policiais, que revidaram.

Na troca de tiros, de acordo com a polícia, o sargento e um dos suspeitos, identificado como Carlos Andrade de Jesus Chagas, foram atingidos e não resistiram.

Os outros três suspeitos, Bruno Conceição, Pedro Vinícius dos Santos, mais conhecido como "Buchecha", de 22 anos, e Vilson Sacramento Oliveira, de 23 anos, conseguiram fugir. Vilson morreu no dia 3 de fevereiro e Pedro no dia 7 de julho.

Além deles, o pai e a irmã de Pedro foram assassinados, após terem a casa invadida por homens encapuzados, no dia 3 de fevereiro. Contudo, não se sabe se o caso tem relação com a morte do sargento.




g1bahia

Post Bottom Ad

VivaABahia