JACOBINA @ Professor da Uneb é considerado foragido por crimes sexuais - Observador Independente

BAHIA

12 de octubre de 2018

JACOBINA @ Professor da Uneb é considerado foragido por crimes sexuais

Crédito da Foto:: Iguaimix / Reprodução    




Thiago de Oliveira Moreira, advogado e professor de Direito Constitucional da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) em Jacobina, é considerado foragido pela Justiça Criminal de Jacobina. O professor foi afastado do cargo e teve prisão preventiva decretada na última quinta-feira (11/10), pela acusação de crimes sexuais.

O acusado tomou conhecimento do mandato por meio do advogado e ficou de se apresentar à Justiça ainda no dia da decisão, na última quinta-feira (11/10), mas não se entregou até o momento. Mais de uma dezena de alunos de Thiago deram depoimento relatando crimes de assédio sexual, ameaças e lesões corporais. Além dos crimes sexuais, o advogado é acusado de crimes contra a Administração Pública, como prevaricação e supressão de documentos públicos.

As vítimas e testemunhas dos casos serão acompanhadas psicologicamente. O professor acumula a função com o cargo de procurador jurídico do Município de Morro do Chapéu. Thiago, que leciona na Uneb desde 2007, já foi Coordenador do Colegiado de Direito da própria universidade, em Jacobina, e lecionava nos municípios de Irecê e Itaberaba, no interior da Bahia.




As informações são do G1

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas