JUAZEIRO @ PREFEITURA INICIA MAIS UM PONTO DE DRENAGEM NA OBRA DE REQUALIFICAÇÃO DAS AVENIDAS DE ACESSO AO BAIRRO PEDRA DO LORDE - Observador Independente

JUAZEIRO @ PREFEITURA INICIA MAIS UM PONTO DE DRENAGEM NA OBRA DE REQUALIFICAÇÃO DAS AVENIDAS DE ACESSO AO BAIRRO PEDRA DO LORDE

Compartilhar
Crédito da foto :: Gardennia Garibalde/SEDUR / Divulgação   





A Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR) iniciou a execução de mais um ponto de drenagem pluvial na obra de requalificação das avenidas de acesso ao bairro Pedra do Lorde. Fruto de um convênio celebrado entre a Prefeitura de Juazeiro com o Governo do Estado através da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia – Conder, a obra beneficia as Avenidas Manoel Severo, Miguel Silva Souza e Sebastião Almeida, localizadas nos bairros Country Clube, Palmares, Pedra do Lorde e Quidezinho, com drenagem, ciclovias, calçadas, nova pavimentação, sinalização e revisão de toda rede de água e esgoto.

De acordo com o engenheiro da SEDUR Lucas Souza dos 4 trechos de drenagem previstos um já está finalizado e atualmente 2 estão em execução. “Já concluímos o trecho 3 que está localizado no bairro Pedra do Lorde, nas imediações de uma chácara de eventos e segue para o rio. No trecho 4, localizado à Rua Anísio José, estamos concluindo as caixas de passagem e bocas de lobo, e agora iniciamos o trecho 2 que está localizado na Av. Manoel Severo”, explica o engenheiro.

O titular da SEDUR Hemerson Guimarães, destaca que o trecho de drenagem iniciado apresenta uma extensão de pouco mais de 1 Km, “Dos quatro pontos esse é o mais extenso, percorre toda a extensão da Av. Manoel Severo até chegar ao Rio São Francisco. Iniciamos os trabalhos a partir do leito do rio em direção à Av. Miguel Silva Souza (Jusante/Montante) com os serviços de escavação e assentamentos de tubo, a cada trecho de drenagem concluído um novo será iniciado” destaca o secretário.

O agricultor Jarbas Silva mora no bairro Pedra do Lorde e passa todos os dias pela avenida para ir trabalhar e, segundo ele, no período de chuva “a avenida vira um rio, só passa carro. Eu que vou trabalhar de bicicleta tenho que ir cortando caminho pelas ruas. Espero que essa obra resolva todo esse problema e esses bairros fiquem livres desses transtornos”, disse o trabalhador.




Gardennia Garibalde/SEDUR

Post Bottom Ad

VivaABahia