SALVADOR / ELEIÇÕES 2018 @ "Está claro o tamanho do assalto que o PT fez aos cofres públicos", diz ACM Neto após delação de Palocci - Observador Independente

BAHIA

2 de octubre de 2018

SALVADOR / ELEIÇÕES 2018 @ "Está claro o tamanho do assalto que o PT fez aos cofres públicos", diz ACM Neto após delação de Palocci

Prefeito de Salvador-Bahia - Crédito da foto : Secom / Divulgação    





O presidente nacional do Democratas, o prefeito ACM Neto, afirma que a delação premiada do ex-ministro Antônio Palocci, cujo trecho veio a público após decisão do juiz federal Sérgio Moro, "é estarrecedora".
É absolutamente impossível a gente vencer uma eleição para o PT enfrentando o abuso do poder econômico. Ele, que foi um dos principais coordenadores das duas campanhas de Dilma, reconheceu e confessou que ela gastou R$ 600 milhões na primeira campanha e R$ 800 milhões na segunda. Nada pode justificar um absurdo como esse. Acho que a deleção dele deve servir de alerta para os brasileiros de que independentemente de qual venha ser o resultado destas eleições, a gente não pode permitir que o PT volte ao poder, 
disse o gestor soteropolitano durante assinatura da ordem de serviço para construção de um posto de saúde no bairro de Itapuã, em Salvador, na manhã desta terça-feira (2).

Segundo o democrata, os detalhes revelados por Palocci deixa claro os abusos cometidos pelo PT enquanto governou o Brasil. 
Se ainda havia alguma dúvida, e para mim, não, depois da delação de Palocci não há mais o que se questionar. Está claro o tamanho do assalto que o PT fez aos cofres públicos e ao bolso do cidadão brasileiro, 
disparou.


bocãonews

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas