SALVADOR @ PREFEITURA PERDEU CONTROLE # Irritados com a modernização da Zona Azul, guardadores ameaçam motoristas - Observador Independente

BAHIA

27 de octubre de 2018

SALVADOR @ PREFEITURA PERDEU CONTROLE # Irritados com a modernização da Zona Azul, guardadores ameaçam motoristas

Crédito da foto :: Tácio Moreira/Metropress     




Desde a implantação do sistema, no último dia 15 de outubro, motoristas têm procurado a Metrópole para reclamar de posturas inadequadas por parte dos guardadores.

Na teoria, a ideia é sensacional: aplicativos gratuitos que permitem que os motoristas de Salvador peguem pelo estacionamento da Zona Azul sem os inúmeros transtornos das cartelas. Mas o problema é que a prática é bem mais complexa. 

Desde a implantação do sistema, no último dia 15 de outubro, motoristas têm procurado a Metrópole para reclamar de posturas inadequadas por parte dos guardadores de carro. Apesar da digitalização, o sistema ainda funciona de forma compartilhada com o antigo método, onde as cartelas são vendidas presencialmente . 

“Fui estacionar na região da Avenida Tancredo Neves e me senti ameaçada por um deles. Ele se aproximou e eu disse que estava comprando pelo aplicativo. Ai ele saiu resmungando, me mandando ficar atenta. Isso é ameaça, não vejo de outro jeito. Parece que é uma mudança que não ficou bem resolvida para a categoria”, disse uma empresária que preferiu não se identificar. 

E as reclamações já chegaram até a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador). Para tentar acalmar os ânimos, a pasta se reuniu com representantes do Sindicato dos Guardadores e Lavadores de Veículos do Estado da Bahia (Sindguarda). 

“Essa intimidação é inaceitável”, diz Muller

Superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller afirmou que as agressões e intimidações são inaceitáveis. “É importante que eles compreendam que estão sim inseridos no processo, e que podem ficar tranquilos que não serão dispensados. Esse tipo de situação [intimidação] é inaceitável e não pode continuar acontecendo. Ameaça é crime. Nesse caso, qualquer cidadão que se sinta ameaçado deve procurar autoridade policial para prestar queixa”, frisou Muller durante reunião com a categoria. 

Sindicato investiga casos de agressão 

Ao Jornal da Metrópole, o Sindguarda afirmou, sem entrar em detalhes, que “investiga caso as agressões de alguns guardadores contra motoristas” de Salvador. “Caso sejam comprovadas, medidas cabíveis serão tomadas pelo sindicato. O Sindguarda pede ainda, caso algum motorista sofra qualquer tipo de agressão que procure imediatamente o sindicato para que os acusados sejam punidos exemplarmente”, disse em nota. 

Aplicativo é alvo de polêmica 

No primeiro dia de funcionamento do sistema na capital, a Rádio Metrópole, de Salvador, flagrou irregularidades na operação do app Zul Digital, que ofereceu “desconto” no pagamento do estacionamento, o que é proibido pelo edital. Desde estão, a Transalvador segue apurando a irregularidade. “O jurídico abriu procedimento e está seguindo normal. A empresa foi notificada, vai apresentar as contrarrazões. Temos que seguir o trâmite normal, nada sumário”, afirmou o chefe do órgão.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas