CAMAÇARI ⚒📒 Dado os primeiros passos para criação de grupo de trabalho com vistas ao desenvolvimento sustentável do município - Observador Independente

BAHIA

13 de noviembre de 2018

CAMAÇARI ⚒📒 Dado os primeiros passos para criação de grupo de trabalho com vistas ao desenvolvimento sustentável do município

Crédito da foto :: Reprodução do Grupo Camaçari     




Aconteceu nesta segunda-feira, 12, na sede do IFAM-Instituto de Gestão e Tecnologia, importante reunião de cidadãos do município de Camaçari, na RMS, com o objetivo de criar um grupo de trabalho que irá propor soluções e projetos para, no mínimo, tentar reverter a grave situação do município, com relação ao desemprego crescente, violência e transformação social. 

Composto por lideranças dos vários seguimentos da sociedade local, o grupo que poderá se tornar um Conselho de Desenvolvimento, visa principalmente formatar projetos que garantam o direito das pessoas ao atendimento das suas necessidades básicas, tipo saúde pública de qualidade, emprego e renda compatíveis e assistência educacional. 

A ideia é reunir um grupo de técnicos voluntários que possam pesquisar, discutir e elaborar propostas viáveis a curto e médio prazo para submeter aos poderes públicos com vista à melhoria imediata das condições de vida das camadas mais sofridas da sociedade. 

O grupo inicialmente formado vai visitar as comunidades dialogando com a população e buscando soluções mais urgentes para as demandas encontradas. 
Crédito da foto :: Reprodução do Grupo Camaçari  

Após as definições e ingresso de mais pessoas que serão mobilizadas nas próximas semanas o grupo poderá ser transformado em um Conselho de Desenvolvimento, oficialmente, podendo ir buscar soluções inclusive junto aos governos estadual e federal. 

O foco inicial será as áreas de saúde pública, educação, segurança, ação social, turismo, meio ambiente, infraestrutura, agricultura e pesca, transportes e trânsito. A proposta simplificada tem em vista o desenvolvimento destes projetos a curtíssimo prazo com soluções que sejam aplicadas rapidamente e que perdurem, nesta primeira etapa, no mínimo até 2025. 

Segundo um dos organizadores da iniciativa, o Pastor Jailton de Jesus, 
A sociedade entende que os diversos problemas que afetam a comunidade, tais como desigualdade social, a má gestão e prestação dos serviços de educação e saúde, a disseminação ampla de todos os tipos de drogas lícitas e ilícitas, a violência e suas consequências devem ser enfrentadas pelo poder público com apoio da sociedade. E nossa intenção é exatamente essa, a de produzir ideias que possam ser discutidas amplamente com a sociedade e levadas ao poder público como forma de contribuição. Evidentemente que é necessário ouvir os anseios do povo, o que ele quer para as suas comunidades, e é esse o papel do nosso grupo, suprindo uma lacuna deixada pelos governantes em vários níveis, 
disse.

Atualmente o grupo está composto pelas seguintes pessoas: Coronel Arcanjo, Dra Marilia Gabriela, Consultora Márcia Fiqueroa, Adiministrador Hospitalar Alatir Almeida, Administrador de Empresas Ailton Oliveira, Contadora Andeia Nunes, Analista Politico Dorgival Soares, Pastor Presidente do IFAM Rogerio Pirapiranga, a Direitoria do Clube de Recatas Camaçari Silnovei Sousa, Carlos Moura, Pr. Hugo Cora, o Dentista Angelo Presidente FSC Frente Social Camaçari, a diretora da Cooperativa de Produtoras de Camaçari e líder de matriz africana Lene Reis e o coordenador da Ação Jailton de Jesus.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas