FEIRA DE SANTANA @ Audiência pública faz esclarecimentos sobre duplicação da BR 116 Norte - Observador Independente

FEIRA DE SANTANA @ Audiência pública faz esclarecimentos sobre duplicação da BR 116 Norte

Compartilhar
Crédito da foto :: Paulo José/Acorda Cidade / Reprodução    




O vereador Roberto Tourinho considerou a audiência pública proveitosa e afirmou que todos os vereadores ficaram satisfeitos com as informações.


Foi realizada na manhã desta sexta-feira (9), na Câmara Municipal de Vereadores de Feira de Santana audiência pública que esclareceu sobre a duplicação da BR 116 Norte. Ronaldo Laguardia representante do Consórcio Amorim Barreto que é responsável pelas obras explicou que a audiência passou todas as informações a nível do projeto, como intervenções, prazos e questões estruturais. Segundo ele, as obras estão bem aceleradas.

“Estamos aí com uma parte liberada desde o Posto São Cristóvão até próximo ao Posto Trevo. A ideia é seguir com processos de desapropriação, interferências e liberação. Temos dois prazos para conclusão e o que nós temos liberado hoje até Santa Bárbara seria a questão de um ano e meio. Tem também a parte interna que ainda não tem licença ambiental que seria em torno de um ano e meio a dois anos de obra. Depende de recursos, da parte de desapropriação para ser analisado um cronograma melhor”, acrescentou.

Ronaldo Laguardia frisou que a obra de duplicação no momento está com pessoas trabalhando nos limites do município de Feira de Santana até uns 4km depois do Posto Trevo. Ele comentou que a duplicação terá equipamentos como viadutos e passarelas que serão distribuídos ao longo da necessidade do projeto. Além disso, a obra vai contemplar o trevo da BR 116 Sul, até o viaduto.

O vereador Roberto Tourinho considerou a audiência pública proveitosa e afirmou que todos os vereadores ficaram satisfeitos com as informações.

“Recebemos o projeto linear que foi apresentado pela empresa e aqui foram apresentados os pontos da construção dos viadudos, passarelas e retornos. A Câmara de Feira de Santana está satisfeita com as informações referentes a obra. O prazo é até de três anos e engloba a duplicação do anel de contorno da Cidade Nova até a Pousada da Feira”, salientou.




Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade.

Post Bottom Ad

VivaABahia