LAURO DE FREITAS @ Universitário é flagrado traficando dentro da Unime - Observador Independente

BAHIA

10 de noviembre de 2018

LAURO DE FREITAS @ Universitário é flagrado traficando dentro da Unime

Franklin Bruno Silva Fernandes / Crédito da foto Ascom / SSP 




Um universitário foi flagrado, na tarde de sexta-feira (9), por equipes da 52a Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Lauro de Freitas) praticando tráfico dentro da Unime, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Implantado pela manhã, equipes do Pelotão Especial Tático Ostensivo (Peto) Rápido (motociclistas) foram informados sobre o comércio irregular durante patrulhamento de rotina.

Os militares foram até a instituição de ensino superior, localizada em Lauro de Freitas, e prenderam em flagrante Franklin Bruno Silva Fernandes, aluno da Unime, e Victor Marinho do Nascimento. Os traficantes, além de venderem dentro da universidade, segundo informações preliminares, comercializavam entorpecentes também em duas localidades de Villas do Atlântico (Miragem e Buraquinho).

Com eles os PMs apreenderam 25 comprimidos de ecstasy, duas cartelas de LSD, 1 kg de maconha, meio quilo de haxixe, duas ampolas de anabolizantes, balança, substâncias químicas para misturar aos entorpecentes, um pé de maconha, sementes para o plantio da mesma erva, caximbos, R$ 160 e celulares.
Material apreendido com o traficante // Crédito da foto Ascom / SSP 

"Criamos o Peto Rápido para aumentar a nossa agilidade e começamos bem. Importante destacar que o traficante aparece em locais com alto índice de uso de entorpecentes. A sociedade cobra, mas precisa também dar exemplo", declarou o comandante da 52a CIPM, major Fabrício de Oliveira.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas