SALVADOR @ Com sindicatos falidos esquerda esperneia e agoniza. Rodoviários vão ao MP e MPT contra redução de linhas de ônibus - Observador Independente

BAHIA

7 de noviembre de 2018

SALVADOR @ Com sindicatos falidos esquerda esperneia e agoniza. Rodoviários vão ao MP e MPT contra redução de linhas de ônibus

Crédito da foto :: Boção News / Reprodução   




Rodoviários do transporte coletivo de Salvador levaram ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) e ao Ministério Público do Trabalho (MPT-BA) pedido formal para evitar a redução de linhas de ônibus e para que supostamente sejam mantidos os postos de trabalho da categoria. 

O secretário municipal de Mobilidade Urbana de Salvador, Fábio Mota, afirmou que é o Governo do Estado que está pleiteando a retirada de linhas de ônibus em Salvador, ou seja, o governo petista brigando contra seus próprios sindicatos. 




Na tarde desta terça-feira (6), os trabalhadores realizam um ato em frente à Câmara Municipal de Salvador e ameaçaram fazer "diversas manifestações" pela cidade caso as reinvindicações da categoria não sejam atendidas.

O temor dos rodoviários é haja demissões em massa com a redução das linhas de ônibus em função do funcionamento do metrô e da instalação do VLT do Subúrbio.

Ao site BNews de Salvador, o secretário municipal de Mobilidade Urbana de Salvador, Fábio Mota, afirmou que é o Governo do Estado que está pleiteando a retirada de linhas de ônibus em Salvador.

“Quanto ao VLT, não cabe ao município. Quem está implantando não é o município, é o Governo do Estado. Então, não tem hoje nenhum planejamento de desativação de linha pela prefeitura", explicou.

Já o secretário da Casa Civil do governo da Bahia, Bruno Dauster, afirmou que “o corte dessas linhas não é sinônimo de desemprego".

Segundo o Sindicato dos Rodoviários, ofícios também foram entregues à Secretaria de Mobilidade, à Presidência da Câmara Municipal de Salvador e à Comissão de Transportes, Trânsito e Serviço do Município.

Na Câmara, o vereador e presidente da comissão de Transportes, Helio Ferreira, afirmou que convocará uma audiência pública para debater o tema.

“A diretoria tem se dedicado arduamente para preservar os postos de trabalho dos rodoviários em Salvador. Mas, também é necessário o empenho dos trabalhadores nesta batalha que é de todos nós”, afirmou Fabio Primo, presidente em exercício do Sindicato dos Rodoviários.




As informações são do portal Bocão News de Salvador

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas