SALVADOR @ Família fará ato para pedir liberdade de velejadores baianos presos em Cabo Verde - Observador Independente

BAHIA

8 de noviembre de 2018

SALVADOR @ Família fará ato para pedir liberdade de velejadores baianos presos em Cabo Verde

Manifestação vai acontecer amanhã (9), às 9 horas da manhã, na Escola de Administração da Ufba Crédito da foto :: Reprodução/TV Bahia





A família do velejador Rodrigo Dantas, que está preso em Cabo Verde, fará um protesto na Universidade Federal da Bahia para pedir a liberdade do baiano.

Segundo o pai de Rodrigo Dantas, João Dantas, a manifestação vai acontecer amanhã (9), às 9 horas da manhã, na Escola de Administração da Ufba.

"Vamos aproveitar a presença do comandante da Policia Nacional de Cabo Verde como palestrante do Congresso Internacional de Segurança Pública e chamar a atenção das autoridades e da mídia para a injustiça cometida pelo Poder Judiciário de Cabo Verde quando não aceitou a colaboração da Polícia Federal e da Justiça do Brasil no inquérito que inocenta os velejadores brasileiros e os condenou a 10 anos de prisão e o processo está parado propositadamente há seis meses na gaveta da Procuradora da República de segunda instância impedindo que chegue às mãos dos desembargadores para o julgamento dessa instância", disse.

Rodrigo Dantas e outro velejador baiano, Daniel Dantas, além do gaúcho Daniel Guerra e o capitão da embarcação, de naturalidade francesa, Olivier Thomas, foram condenados após serem presos com uma tonelada de cocaína em um barco.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas