SALVADOR @ Justiça solta advogado e mais dois acusados de extorsão contra deputado Roberto Carlos - Observador Independente

BAHIA

5 de noviembre de 2018

SALVADOR @ Justiça solta advogado e mais dois acusados de extorsão contra deputado Roberto Carlos

Crédito da foto :: Reprodução    




O advogado Idenilton José Nascimento dos Santos e outros dois homens, identificados como André Paulo Soledade Dias e Felipe de Jesus Menezes, que estavam presos sob acusação de extorquirem o deputado estadual Roberto Carlos (PDT), foram soltos na manhã desta segunda-feira (5). 

O trio estava preso no Centro de Observação Penal (COP), no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador.

De acordo com o processo, os três tiveram as prisões preventivas revogadas por decisão do juiz Anderson de Souza Bastos, que condicionou a soltura a medidas cautelares. 
A liberdade já foi deferida mediante aplicação de medidas cautelares diversa da prisão, inclusive tendo sido considerados os argumentos e documentos apresentados nestes autos,
diz o texto. 

Um pedido de habeas corpus havia sido negado na semana passada pelo desembargador Eserval Rocha.

O CASO - Segundo informações obtidas pelo site BNews, de Salvador, o advogado usava André e Felipe, que trabalharam na campanha eleitoral do deputado, para coagir Roberto Carlos. Inicialmente, eles pediram R$ 300 mil, mas depois mudou o valor para R$ 7 mil, montante que seria entregue no estabelecimento comercial, onde foram presos. Eles ameaçavam denunciar supostas irregularidades em contratos realizados pelo deputado.




As informações são do repórter Marcelo Castro e do site bocãonews

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas