SALVADOR @ Polícia procura últimos dois envolvidos na morte do cabo Gonzaga - Observador Independente

BAHIA

1 de noviembre de 2018

SALVADOR @ Polícia procura últimos dois envolvidos na morte do cabo Gonzaga

Crédito da foto :: Divulgação SSP-Ba   




O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ainda está à procura dos dois últimos envolvidos na morte do cabo Gustavo Gonzaga da Silva, 44 anos, ocorrida em junho deste ano, no Nordeste de Amaralina. 

O traficante William Santos Santana (Chokito), também envolvido no assassinato, foi localizado no dia 25 de outubro, na cidade de Eunápolis, e apresentado nesta quinta-feira (1) em Salvador.

Segundo as investigações, participaram da morte do PM cinco criminosos que integram uma facção que atua no Nordeste de Amaralina. Os primeiros a serem localizados foram Pablo Azevedo Vieira Santos, 25 anos, o 'Marão', e Mateus Rafael Passos dos Santos, 23, o 'Friza', no dia 12 de julho. Os envolvidos estavam em Jauá, localidade de Camaçari. Eles reagiram e foram mortos em confronto.

Um dos líderes da facção e autor de pelo menos 25 assassinatos, Antônio Caíque Santos Correia foi localizado em São Paulo no dia 6 de setembro. Ele também era responsável pela distribuição de armas e drogas para quadrilha.

Durante uma abordagem de rotina em Eunápolis, a PM encontrou o ‘Chokito’. Lá, equipes do DHPP e da 23ª Coorpin localizaram e entraram em confronto com Cléber Costa Soares, o 'Keka', que não resistiu aos ferimentos.

De acordo com o coordenador da força-tarefa que investiga morte de policiais, o delegado Odair Carneiro, o trabalho continua para capturar Emerson dos Santos, o 'Leno', e um adolescente de 17 anos. "Não vamos parar até chegarmos em todos. É uma questão de honra", frisou o delegado.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas