CAMAÇARI @ Mulher que matou policial “Xuxa” se entrega à polícia e alega desentendimento - Observador Independente

BAHIA

1 de diciembre de 2018

CAMAÇARI @ Mulher que matou policial “Xuxa” se entrega à polícia e alega desentendimento

Crédito da foto :: Divulgação/SSP-BA        



O golpe desferido por Luana atingiu uma veia importante e foi determinante para a morte de “Xuxa”.


Laura Tavares de Oliveira, 29 anos, responsável pela morte do investigador Roberto Carlos Neves de Souza, 51 anos, se entregou à polícia, na tarde deste sábado (1/12). Segundo a SSP-BA, ela alegou desentendimento entre o casal como motivação para o crime. A autora compareceu na 18ª Delegacia Territorial (DT/Camaçari) e cumprirá mandado de prisão temporária.

Na noite de sexta-feira (30/11), ela usou uma faca para acertar o policial civil, no bairro Bomba em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. ‘Xuxa’, como o investigador era apelidado carinhosamente pelos colegas, tentou buscar atendimento, mas acabou falecendo dentro do próprio carro. As informações repassadas pela autora do homicídio estão sendo apuradas pelos investigadores da 18a DT.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas