JUAZEIRO @ SEDES REALIZA ATIVIDADES DA CAMPANHA INFÂNCIA SEM RACISMO NOS CRAS DO MUNICÍPIO - Observador Independente

BAHIA

3 de diciembre de 2018

JUAZEIRO @ SEDES REALIZA ATIVIDADES DA CAMPANHA INFÂNCIA SEM RACISMO NOS CRAS DO MUNICÍPIO

Crédito da foto :: Fabiana Diniz/SEDES / PMJuazeiro / Divulgação   




A Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) realizou nos CRAS do município diversas ações como parte da Campanha Infância Sem Racismo, da Unicef. A culminância aconteceu na última sexta-feira (30) e envolveu centenas de adolescentes em atividades como teatro, dança, roda de conversa, oficinas, palestras estiveram dentro da programação.

Para a coordenadora do CRAS Malhada da Areia, Eucimara Morais, esse trabalho com as crianças e adolescentes é essencial para a formação de um adulto consciente de seus direitos e deveres. “O objetivo dessas ações que aconteceram nos CRAS foi instruir esses jovens a reconhecer como o racismo, a intolerância e os diversos tipos de preconceitos se apresentam na sociedade e ensiná-los a criar mecanismos para combater essas formas de preconceito. Só assim, teremos uma sociedade mais justa, com crianças e adolescentes empoderados e cientes dos seus direitos e de seus deveres”, afirmou.

O estudante Luiz Mateus, que participa dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos há um ano, acredita que momentos como este são fundamentais para o crescimento de qualquer pessoa. “Eu não sabia que existia uma lei que nos protegesse contra o racismo e com essas atividades pude conhecê-la e saber como funciona. Atividades como esta nos ajuda a conhecer nossos direitos e não aceitar nenhum tipo de preconceito”, destacou o jovem.

Dentro das atividades da campanha, a praça CEU no Tabuleiro, onde também se localiza o CRAS do bairro foi palco de roda de capoeira, cine diversidade, palestras com representantes do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, além de uma oficina bastante concorrida de Abayomis, ou boneca negra que significa ‘trazer felicidade’. 

“Foi uma campanha lúdica com a interação dos usuários e das equipes dos CRAS e um contato importantíssimo, já que acreditamos que falar de racismo tanto para crianças como para as famílias é uma necessidade”, ressaltou a diretora de Diversidade Luana Rodrigues.



Fabiana Diniz/SEDES

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas