SALVADOR @ “É esse o trabalho da Rondesp?”, diz esposa de atleta ao saber que ele teria trocado tiros - Observador Independente

BAHIA

3 de diciembre de 2018

SALVADOR @ “É esse o trabalho da Rondesp?”, diz esposa de atleta ao saber que ele teria trocado tiros

Crédito da foto :: Arquivo pessoal   



O lutador faixa-preta de Jiu Jitsu, Iraílson Gama da Costa, mais conhecido como Sinho Bahiano, trocou tiros com a Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/Rondesp BTS). É o que garante a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, em nota enviada nesta segunda-feira (3/12). A família do atleta contesta.

Inicialmente, amigos chegaram a suspeitar que Sinho tinha reagido a um assalto. Segundo a SSP, Irailson e outro homem não identificado entraram em confronto com os policias na última quarta-feira (28/11), após denúncias de que dois homens realizavam assaltos na Avenida Barros Reis. A dupla teria sido localizada dentro de um veículo roubado próximo à Avenida Terminal da França, no Comércio.

De acordo com os policiais, eles reagiram à abordagem e foram atingidos. Encaminhados para o Hospital Ernesto Simões, não resistiram aos ferimentos. A PM garante que dois revólveres calibre 38 foram apreendidos na ação, juntamente com o carro utilizado por eles, tomado de assalto no dia 27 de novembro, pela manhã.

O texto da SSP-BA ressalta ainda que “neste domingo (2/12), a família de Iraílson reconheceu o corpo e, nesta segunda-feira (3/12), fez a retirada do Instituto Médico Legal para o sepultamento. Perícias foram realizadas no local do confronto, cujo registro foi feito na Corregedoria da Polícia Militar”.

Em entrevista ao programa Ronda, da TV Aratu, a esposa do lutador mostrou-se revoltada. Ela cobra providências da SSP. “Eu quero saber qual foi a guarnição da Rondesp [que atuou na ação]. É esse trabalho que a Rondesp faz? Todo mundo que está vendo isso aí, sabe que é mentira. Sinho não tinha arma, nem passagem”, disse Marta Helena.



Materia original Aratu Online 

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas