SOUTO SOARES @ Polícia desmonta esconderijos de facção liderada por “8 de Paus” do Baralho do Crime - Observador Independente

BAHIA

1 de diciembre de 2018

SOUTO SOARES @ Polícia desmonta esconderijos de facção liderada por “8 de Paus” do Baralho do Crime

Crédito da Foto: divulgação/SSP-BA       



Uma operação integrada deflagrada em quatro cidades do interior da Bahia, na tarde de ontem (30/11), apreendeu veículos, arma, colete balístico e munições pertencentes a uma facção envolvida com tráfico de drogas, homicídios e roubos. Segundo a SSP-BA, a organização criminosa é liderada por Amauri Francisco de Sousa, o ‘Babá’, 8 de Paus do Baralho do Crime.

Cerca de 80 policiais militares e civis promoveram ações simultâneas nas cidades de Souto Soares, Canarana, Barro Alto e Mulungu do Morro. Em endereços mapeados, foram encontrados dois automóveis e duas motocicletas empregadas em práticas criminosas.

Em Barro Alto, no distrito de Gameleira, as equipes localizaram Edipo da Silva Oliveira, o ‘Kinho’, braço direito de Babá. Ainda de acordo com a SSP-BA, cabia a ele executar as ordens do líder da quadrilha. Após tentativa de fuga e confronto, Kinho ficou ferido, foi socorrido até uma unidade médica local, mas não resistiu. Com ele foram apreendidos uma pistola calibre 40, carregadores, munições e colete balístico.

Equipes da PM (Bope, Graer, CPR-Chapada, Rondesp Chapada, 7° BPM, 29a CIPM, 42a CIPM, BPRv, Cipes Semiárido e Chapada, além da Cippa de Lençóis) e da PC (13a e 14a Coorpins) seguem realizando diligências na região à procura de Babá.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas