JACOBINA @ Gastos com publicidade ultrapassam a casa de R$ 1 mi. - Observador Independente

JACOBINA @ Gastos com publicidade ultrapassam a casa de R$ 1 mi.

Compartilhar
Crédito da imagem :: TV Globo




Dados publicados pelo TCM-Tribunal de Contas dos Municípios, referente ao exercício de 2017, traz informações valiosas para quem acompanha a movimentação financeira das prefeituras. 

Apesar dos novos tempos que o país vem tentando entrar, os desmandos nas prefeituras continuam soltos e sem fiscalização. O caso de Jacobina, no piemonte da Chapada Diamantina é ilustrativo. A prefeitura gastou apenas com publicidade no ano de 2017 a bagatela de R$ 1.010.685,99 (...). 

Com uma população de 83.435 habitantes, o gasto com publicidade exagerado chama a atenção quando se compara o mesmo gasto com outras cidades de região. Irecê, com 72.386 habitantes, gastou apenas R$ 165.782,01; Campo Formoso, com 73.118 habitantes, fechou o ano com despesa em publicidade de R$ 190.590,68 (...); Senhor do Bonfim gastou R$ 260.247,64 para manter informada uma população de 78.588 habitantes. 

É escandaloso como o dinheiro público é desperdiçado sem que os gestores sintam o menor remorso ou aceitem qualquer tipo de crítica, já que não há qualquer tipo de justificativa para um gasto tão exagerado. 

Para embasar a afirmativa, basta comparar os gastos de cidades circunvizinhas que se mantiveram na média dos demais municípios do mesmo porte e efetuar a comparação com municípios de grande porte, a exemplo de Feira de Santana, com uma população de 610 mil habitantes, mais a população flutuante, o 15º maior município do país, que gastou com publicidade pouco mais de R$ 8 milhões em 2017. 

Para infelicidade do jacobinense que vê o dinheiro, fruto dos seus impostos, irem para pagamento de malandragens da vida política, não há um meio eficaz de conter a sangria, uma vez que a fiscalização está afeta ao TCM, que não tem poderes punitivos nenhum, à Câmara de Vereadores e ao MPE, que obviamente é dispensável qualquer comentário.

Por outro lado também é de se questionar que este valor seja destinado a uma agência de publicidade de Salvador, quando se sabe que na cidade existe duas ou três agências de publicidade, com excelentes profissionais que poderiam dar suporte, gerar empregos e o dinheiro circular dentro do próprio município.

A falta de interesse do gestor não deixa que isso aconteça e os recursos da população jacobinense continua indo para as contas de gente de fora. 

As informações são do TCM. 


Crédito da imagem :: TCM/Ba / Reprodução

Crédito da imagem :: TCM/Ba / Reprodução

Crédito da imagem :: TCM/Ba / Reprodução


Post Bottom Ad

VivaABahia