PETROLINA @ Assentamento em Santa Maria da Boa Vista recebe horta medicinal orgânica - Observador Independente

PETROLINA @ Assentamento em Santa Maria da Boa Vista recebe horta medicinal orgânica

Compartilhar
Crédito da foto :: If-Sertão / Petrolina-Pe / Divulgação     




Resgatar o uso correto e o cultivo das plantas medicinais. Este é um dos objetivos dos projetos de Extensão desenvolvidos pelo campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE que promoveram a instalação de uma horta medicinal orgânica no Assentamento Boqueirão, localizado no município de Santa Maria da Boa Vista (PE). Objetivo do projeto, além da geração de renda, é resgatar o cultivo e uso das plantas medicinais.

A horta recebeu mudas de espécies como tomilho, menta, hortelã, citronela, erva-cidreira, malvão, malva santa, manjericão, falso boldo e alecrim de vaqueiro. Foi feito ainda a distribuição e plantio de plantas arbóreas da caatinga com potencialidade medicinal: aroeira, baraúna, mulungu, caatingueira e craibeira.

As ações fazem parte dos projetos “Instalação de hortas medicinais com o uso de Boas Práticas Agrícolas nos Assentamentos de reforma agrária do Vale do São Francisco” e “Adoção de Boas Práticas Agrícolas no cultivo e propagação de plantas medicinais da caatinga”, desenvolvidos pelos professores Flávia Cartaxo e Adelmo Santana, ao lado dos alunos bolsistas Gabriel Anastácio, Felipe Carvalho e Yuri Kelvin e da agrônoma Luana Santos. “Além de propor o resgate do uso das plantas medicinais, é uma maneira de proporcionar uma fonte alternativa de renda para o pequeno agricultor”, afirmou Flávia Cartaxo. 

A horta medicinal será trabalhada pela Associação de Mulheres do Assentamento, que já recebeu orientações sobre as plantas, desde suas propriedades, até o preparo de chás, xaropes, sabonetes. “Estamos convictas que será uma coisa muito boa para nós. Hoje quando as pessoas adoecem vão logo para farmácia e têm um custo muito alto. Essas plantas medicinais vieram trazer uma riqueza, que não queremos só para nós, vamos fazer também para comercializar. É mais uma renda e motivo de alegria”, disse a presidente da Associação, Luzinete Santana.

A comunidade receberá ainda orientações sobre a implantação de técnicas agroecológicas, como compostagem, defensivos orgânicos, minhocário, cobertura morta, dentre outros. 




If-Sertão

Post Bottom Ad

VivaABahia