ASSASSINATO A SANGUE FRIO 🏴 Vídeo desmente versão oficial e mostra que servidor do TCM estava com as mãos na cabeça antes de ser morto pela PM🏴 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, dezembro 17, 2021

ASSASSINATO A SANGUE FRIO 🏴 Vídeo desmente versão oficial e mostra que servidor do TCM estava com as mãos na cabeça antes de ser morto pela PM🏴



Uma testemunha desmentiu a versão da Polícia Militar sobre a morte de Antonio Trocoli Silveira, ocorrida durante a noite de quarta-feira (15/12) na Avenida Garibaldi, em Salvador.


De acordo com a pessoa, o homem foi executado com vários tiros e estava com a mão na cabeça no momento em que foi abordado por policiais da 41ª Companhia Independente (CIPM/Federação).

O vídeo que mostra a ação foi enviado ao filho da vítima, o lutador Antonio Trocoli "Malvado". O rapaz fez questão de publicar a informação da testemunha, anônima, no seu perfil do Instagram. "Surgiu uma viatura [com os faróis apagados], que parou. Quando seu pai saiu do carro, dois policiais estavam com a arma apontada para ele", começa.


Pela versão da PM, Antonio gritou que estava armado, e que não iria colocar as mãos sobre a cabeça. Nesse momento, frisaram os militares, o alvo sacou uma arma de forma repentina. Os disparos de arma de fogo foram necessários, argumentou a PM. Um vídeo enviado para o filho do servidor, porém, mostra justamente o contrário.

"Seu pai em nenhum momento foi ameaça para quem estava perto", 

complementou a testemunha. 

Essa informação é, também, contrária à dada pela Polícia Militar. A corporação frisou que foi acionada, por volta das 22h, para averiguar uma denúncia de um homem armado, a bordo de um veículo, que estaria agredindo pessoas na Praça Lord Cochrane.

Antonio foi socorrido para o Hospital Geral do Estado e não resistiu. Uma arma de brinquedo que estaria com o servidor do TCM foi apresentada na Corregedoria da PM, que deve apurar o caso.



‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.


Foto ::: Redes Sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->