Auxílio Gás começa a ser pago a 108 mil famílias na segunda-feira; saiba quem tem direito - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, dezembro 24, 2021

Auxílio Gás começa a ser pago a 108 mil famílias na segunda-feira; saiba quem tem direito



O governo federal vai começar a pagar, nesta segunda-feira (27/12), o Auxílio Gás a somente 108.368 famílias integrantes do programa Auxílio Brasil. Os primeiros a receber são moradores de 100 municípios que decretaram estado de calamidade por conta das chuvas na Bahia e em Minas Gerais.


Apesar da promessa do governo de contemplar a cerca de 5,5 milhões de pessoas em dezembro, as demais 5.471.632 elegíveis ao Auxílio Gás receberão seus benefícios retroativamente a partir de 18 de janeiro, seguindo o calendário regular de pagamentos do Auxílio Brasil. O governo não explicou o motivo do atraso.

O valor do benefício é de R$ 52 e corresponde a 50% da média do preço do botijão de 13kg de gás liquefeito de petróleo (GLP). O vale-gás será concedido um benefício por família a cada dois meses.

As 108 mil famílias que receberão os R$ 52 na próxima semana serão informadas pelos aplicativos do Auxílio Brasil e do Caixa Tem. Elas receberão o depósito na conta do programa social. Os municípios contemplados tiveram o estado de calamidade decretado em publicação no Diário Oficial Estadual.

VALOR

Para estimar o valor a ser concedido a cada beneficiário, foi usado o valor médio do botijão como R$ 102,48. Segundo o governo, a expectativa é beneficiar 5,5 milhões de famílias.

Desde o início do ano, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o aumento no preço médio do botijão de gás aos consumidores foi de aproximadamente 35%. Enquanto, no fim de 2020, era possível comprar o GLP a R$ 75,29, na última semana o mesmo produto era vendido por R$ 102,16.



‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.




Credito da foto:arquivo/ Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->