Cebola, café e tomate deixaram a feira mais cara e a inflação de Salvador fecha 2021 em 10,68%, maior índice em 18 anos - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, dezembro 24, 2021

Cebola, café e tomate deixaram a feira mais cara e a inflação de Salvador fecha 2021 em 10,68%, maior índice em 18 anos




Em dezembro, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), calculado pelo IBGE, ficou em 1,13% na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Foi o maior dentre as 11 áreas pesquisadas separadamente pelo IBGE e ficou acima do indicador nacional (0,78%).


Apesar do aumento, houve uma desaceleração, pois o crescimento foi menor do que vinha acontecendo nos últimos meses. O IPCA-15 funciona como uma prévia da inflação oficial do mês, refletindo os preços coletados entre 13 de novembro e 13 de dezembro.

ANO

Com o resultado de dezembro, a Região Metropolitana de Salvador fechou o ano de 2021 com aumento nos preços de 10,68%. Essa foi o maior IPCA-15 para um ano, na RMS, desde 2003, quando o índice acumulado havia sido de 11,60%.

Salvador também ficou acima da média nacional, de 10,42%. O quadro a seguir mostra os resultados do IPCA-15 de dezembro de 2021 para o Brasil e cada uma das áreas pesquisadas.

VILÕES

Segundo o IBGE, esse resultado foi gerado aumentos nos preços médios de oito dos nove grupos de produtos e serviços que formam o índice. As maiores altas ficaram com Alimentação e Transportes.

Apenas o grupo saúde e cuidados pessoais teve queda, de -0,65%. A diminuição foi mais expressivas em itens de cuidados pessoais (-3,54%), como perfume (-10,49%, a maior queda média de preços dentre todos os produtos e serviços pesquisados), produto para a pele (-10,35%) e artigos de maquiagem (-3,67%).

Porém, o grupo transportes teve, mais uma vez, a maior alta no mês de 3%. O destaque va para o aumento das passagens aéreas (13,24%, o segundo maior aumento dentre todos os produtos e serviços pesquisados) e dos combustíveis (5,47%). A gasolina (5,62%) e o etanol (5,83%) estiveram entre as 10 maiores altas em dezembro, em Salvador, respectivamente na 8a e 7a posição.

COMIDA

O grupo alimentação e bebidas também foi uma pressão inflacionária importante em dezembro. Aqui, o aumento de 1,49%, mostrando forte aceleração frente a novembro (quando a alta tinha sido de 0,45%).

Alimentos importante do dia a dia estiveram entre os produtos e serviços que mais aumentaram na prévia da inflação do último mês do ano, a exemplo da cebola (26,87%, o item que mais aumentou dentre todos que formam o índice), o café moído (10,39%, 4o maior aumento) e o tomate (5,85%, 6o maior aumento).



‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.



Credito da foto:ilustrativa/Pexels

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->