Comprovante digital de vacinação de Salvador passa a ser válido para viagens internacionais; saiba como emitir - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, dezembro 17, 2021

Comprovante digital de vacinação de Salvador passa a ser válido para viagens internacionais; saiba como emitir

Medida foi tomada uma semana após os sites do Ministério da Saúde sofrerem um ataque hacker, na madrugada do dia 10 de dezembro. A carteira digital também é válida em todo o território nacional.


A Carteira de Vacinação Digital de Salvador passa a ser válida, a partir desta sexta-feira (17), como comprovante de vacinação contra a Covid-19, para realização de viagens internacionais. A plataforma da prefeitura da capital baiana foi autorizada pelo Ministério da Saúde, em portaria.

A medida foi tomada uma semana após os sites do Ministério da Saúde sofrerem um ataque hacker, na madrugada de 10 de dezembro. Desde então, os sistemas ainda não foram normalizados totalmente. A carteira digital também é válida em todo o território nacional.

O comprovante pode ser emitido no site www.cvd.saude.salvador.ba.gov.br, mas também pode ser baixada por aplicativo, tanto para sistemas Android, quanto para iOS. Veja abaixo como fazer.

Além de Salvador, o Ministério da Saúde também autorizou a medida para as cidades de Curitiba e São Paulo, e os estados do Espírito Santo; Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Norte.

Veja o passo a passo de como emitir o comprovante digital:

Passo 1: Na primeira tela, o sistema pede que o usuário forneça o CPF e a senha, para fazer login. A senha de entrada é a mesma usada para entrar no aplicativo Vida+ Cidadão.

Nos casos de primeiro acesso ou esquecimento de senha, os usuários podem clicar na opção "Lembrar senha", para cadastrar ou recadastrar um novo código de acesso, fornecendo um e-mail.

Passo 2: Com essa entrada realizada, o usuário consegue ver uma prévia do cartão da Covid-19, com as datas em que as doses foram tomadas. Neste passo, é possível também gerar o cartão digital.

Passo 3: No documento digital há mais detalhes sobre a vacinação, como o fabricante da vacina, a data das aplicações, os lotes das vacinas e o estado de imunização (não vacinado, parcialmente vacinado, totalmente vacinado). Além disso, o sistema também gera um QR Code, em que dá para acessar e atestar que o cartão é verdadeiro. Esse documento pode ser impresso, ou salvo no celular.



Fotos ::: PMSalvador/ Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->