Dallagnol se filia ao Podemos e deve concorrer à Câmara pelo Paraná - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, dezembro 10, 2021

Dallagnol se filia ao Podemos e deve concorrer à Câmara pelo Paraná



Felipe Dourado, de Brasília


Ocorreu no início desta sexta-feira (10) o ato de filiação do ex-coordenador da Lava Jato Deltan Dallagnol ao Podemos, partido do ex-presidenciável Álvaro Dias e do pré-candidato ao executivo nacional Sérgio Moro. Em cerimônia mais simples que a do ex-ministro, a assinatura da carta de filiação foi realizada em um hotel em Curitiba e contou com a presença da presidente nacional da sigla, Renata Abreu, e dos senadores Flávio Arns e Oriovisto Guimarães, além de Álvaro e de Moro.


Durante seu discurso antes da assinatura, Deltan reforçou sua defesa aos desdobramentos da força tarefa que deflagrou o maior esquema de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro da História do país. "Lutar contra a corrupção é uma questão de compaixão e justiça, de amor ao próximo, de realização de direitos humanos e de construção de um país melhor", argumentou. Para ele, o combate à corrupção gera "promoção da justiça, igualdade, equidade e vida digna para todos".

Além disso, também ressaltou que se comprometerá "com a democracia, com o combate à corrupção e com a preparação política".

Antes de Deltan, Moro também leu um texto breve, advertindo que o ex-procurador do Ministério Público Federal teve "as portas fechadas" pelo próprio MPF e que, por isso, vai se lançar à política. Para Moro, "as eleições vão representar mais do que diz um tribunal ou outro", em referência às decisões recentes da Justiça.

Apesar de não ter confirmado sua candidatura a uma vaga como deputado federal pelo Paraná, Dallagnol recebeu o aval de Renata Abreu, Álvaro Dias e Sergio Moro em seus discursos.



Foto :::: Reprodução Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->