👏👏👏 Após 683% de aumento de casos de Covid, eventos só poderão ter até 1.500 pessoas na Bahia, anuncia governador Rui Costa (PT-BA)👏👏👏 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quinta-feira, janeiro 20, 2022

👏👏👏 Após 683% de aumento de casos de Covid, eventos só poderão ter até 1.500 pessoas na Bahia, anuncia governador Rui Costa (PT-BA)👏👏👏




Com o aumento de 683% de novos casos de Covid-19 nos últimos 19 dias, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciou nesta quinta-feira (20/1) a redução do público em eventos no estado. Em vez de 3 mil, agora serão autorizados apenas 1.500 pessoas.


“Isso visa, portanto, diminuir a propagação do vírus, já que ele acontece numa velocidade impressionante. A velocidade de inclinação dessa variante é muito superior à variante anterior. O contato está acontecendo de muita exponencial e com inclinação muito alta”, 

disse o governador, que cumpre agenda no Parque de Exposições, em Salvador.

“Infelizmente, os números continuam subindo no Brasil e na Bahia. Ontem à tarde, chegamos a 3262 casos ativos e chegamos a 363 mortes internadas na UTI. Ultrapassamos o 100% do número de internados em relação ao início de dezembro. É fato que essa variante mata um pouco menos e interna um pouco menos. Chamo atenção da imprensa que a gente tenha extremo cuidado. Essa variante é menos ofensiva e isso pode induzir as pessoas a ter leitura errônea como se essa variante não fizesse mal e não matasse. As mortes continuam. Ela é levemente menos agressiva que a outra, mas continua matando e levando para a UTI”, acrescentou.

A determinação do chefe do Palácio de Ondina ocorre em meio à explosão de novos casos do novo coronavírus em território baiano, principalmente por conta da variante ômicron. Segundo nota emitida nesta quinta pela Secretaria da Saúde do Estado, nos últimos 19 dias, a cada 100 exames analisados, o número saltou de 6,55 testes positivos para 51,29 – o que representa 683%.

O decreto com eventos para até 3 mil pessoas já havia sido criticado por empresários do setor. Anteriormente, a autorização era para até 5 mil pessoas. Com a redução, shows foram cancelados, a exemplo do Baile da Santinha e do TBT do Safadão, e camarotes também desistiram de realizar apresentações no Carnaval de Salvador, como o Salvador, o Planeta Band e o Skol.

Além de Rui, o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), também é pressionado pelos empresários. Presidente da Associação Baiana dos Produtores de Eventos (Abape), Moacyr Villas Boas criticou o chefe do Palácio Thomé de Souza e questionou por quê as praias da cidade vêm apresentando cenas de aglomeração e desrespeito aos protocolos de proteção contra o vírus.

Em resposta, Bruno disse que “os números dão margem”. "A gente adotou essa posição de medidas de isolamento quando havia risco de ter colapso no sistema de saúde [...] Os números nos dão uma margem para manter as medidas em curso. Caso venha a ter qualquer risco no sistema, aí não hesitarei em tomar medidas. Por enquanto, a população precisa ter consciência [...]", rebateu.



‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003



Credito da foto:Divulgação / GOVBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->