O POVO QUER ASSIM ... Hospital Aristides Maltez em Salvador suspende atendimento a novos pacientes em razão do surto da Covid-19 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sábado, janeiro 22, 2022

O POVO QUER ASSIM ... Hospital Aristides Maltez em Salvador suspende atendimento a novos pacientes em razão do surto da Covid-19




Medida quer garantir atendimento aos casos graves já presentes na unidade, onde são realizados procedimentos como quimioterapia e radioterapia.


O Hospital Aristides Maltez (HAM), um dos mais importantes centros de luta contra o câncer na Bahia,  não está recebendo novos pacientes em razão da alta dos casos de Covid-19. O objetivo, segundo a unidade de saúde, é garantir a manutenção dos atendimentos das pessoas que já são atendidas na unidade de saúde, localizada no bairro de Brotas, em Salvador.

Referência no atendimento de quimioterapia e radioterapia, o hospital recebe pessoas de todo o estado. Por meio de nota, a direção informa que as novas medidas de funcionamento estão ligadas à segurança dos pacientes e funcionários.

"Infelizmente, estamos sendo obrigados a suspender a triagem, ou seja, durante a próxima semana, não receberemos novos pacientes e não realizaremos cirurgias eletivas. Assim, podemos garantir o atendimento aos pacientes mais graves, como aqueles internados, os que realizam Quimioterapia e Radioterapia, os que precisam passar por cirurgias de emergência e urgência, e os que necessitam de UTI. Os pacientes agendados para ambulatório , terão as consultas supensas entre os dias 24 e 28 de janeiro. Esperamos conseguir reduzir número de pessoas com COVID-19, inclusive, entre o nosso quadro de colaboradores", justifica a direção.

Veja as determinações

  1. As medidas serão válidas entre os dias 24 e 28 de janeiro de 2022, podendo ser revistas a qualquer tempo;
  2. Suspensão do funcionamento da triagem;
  3. Estão mantidos todos os tratamentos e consultas de Quimioterapia e Radioterapia;
  4. Nos ambulatórios gerais, o atendimento estará restrito aos pacientes em revisão de pós-operatório, Cuidados Paliativos, Clínica de Dor, PAPO (distribuição de bolsas) e Ambulatório de PICC;
  5. Suspensão de cirurgias eletivas. Manter a realização de cirurgias com reserva de UTI, cirurgias para implante de portocath, urgências e de pacientes já internados;
  6. Manter a realização de exames de imagem (tomografia, raios x, ultrassonografia, medicina nuclear, EDA e colonoscopia) e Laboratório de Análises Clínicas;
  7. Manter obrigatório o uso de máscaras no hospital;
  8. Suspensão dos eventos a serem realizados no auditório;
  9. Suspender reuniões com número de pessoas acima de 10;
  10. Manter suspensas as visitas hospitalares a pacientes internados em enfermarias, apartamentos (permanecendo um acompanhante durante 12 horas e troca), UTI geral e cirúrgica;
  11. Suspensão de todos os estágios e internatos, mantendo as residências médica e multiprofissional;
  12. Permitir apenas quatro pessoas circulando nos elevadores;
  13. A entrada de acompanhantes nos serviços de Quimioterapia e Radioterapia estará restrita aos pacientes com necessidades particulares.

Foto: Elói Corrêa/GOV-BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->