Tráfego de veículos na BA-263, na região da Serra do Marçal, entre Vitória da Conquista e Itambé, é totalmente liberado - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sábado, janeiro 01, 2022

Tráfego de veículos na BA-263, na região da Serra do Marçal, entre Vitória da Conquista e Itambé, é totalmente liberado



A equipe técnica da Seinfra continua monitorando a situação da rodovia. Os condutores devem ter muita atenção ao trafegar pela pista.



O fluxo de veículos na BA-263, na região da Serra do Marçal, entre Vitória da Conquista e Itambé, foi liberado nos dois sentidos pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) na tarde desta sexta-feira (31). Os serviços emergenciais de limpeza da pista nos pontos onde houve deslizamento de terra foram concluídos nesta sexta (31). A equipe técnica da Seinfra continua monitorando a situação da rodovia. Os condutores devem ter muita atenção ao trafegar pela pista.

Mais quatro ocorrências novas foram registradas na tarde desta sexta-feira (31); chegando a 54 pontos de rodovias estaduais monitorados pela Seinfra. Um dos encontros das pontes de São Joaquim e do Alto Araguaia, que ficam nos acessos ao distrito de Missão do Aricobé, em Angical, na BA-465, e de Cotegipe, na BA-449, respectivamente, romperam por conta das fortes chuvas no oeste baiano. A passagem de veículos sobre ambas está interrompida.

O trânsito também se encontra bloqueado em um ponto da BA-314. A pista cedeu em um trecho que liga a localidade de Caldeirãozinho, em Uauá, ao acesso a Mineração, em Jaguarari. Os equipamentos para a construção de um desvio provisório na rodovia estão sendo deslocados pelo Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território do São Francisco (CONSTESF).

Na BA-046, os serviços de limpeza da pista entre Ruy Babosa e Utinga estão em andamento após deslizamento de terra. O deslocamento de veículos na rodovia já foi normalizado.

A lista com os pontos de rodovias baianas afetados pelas fortes chuvas deste mês de dezembro (54) está disponível neste link: bit.ly/Seinframonitora.



Foto: Secom/GOV-BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->