Três policiais são presos por suspeita de negociar venda de submetralhadora para traficantes, em Salvador - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quarta-feira, janeiro 26, 2022

Três policiais são presos por suspeita de negociar venda de submetralhadora para traficantes, em Salvador



Crime aconteceu na tarde de terça-feira (25) e militares estão detidos em Lauro de Freitas. PM informou que processos foram abertos na esfera penal e administrativa.


Três policiais militares foram presos em flagrante ao negociar a venda de uma submetralhadora, de produção artesanal, a suspeitos de tráfico, no bairro do Barbalho, em Salvador. O crime aconteceu na tarde de terça-feira (25).

Os policiais são lotados na 2ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). A PM detalhou que recebeu a denúncia da transação e passou a fazer o acompanhamento do caso. No momento em que foram encontrados, um dos militares estava com o armamento dentro do próprio veículo.

Durante a abordagem, ele confessou que a arma e as munições seriam vendidas a traficantes. O trio foi levado à Corregedoria da corporação, onde a prisão em flagrante foi registrada. Fontes ligadas à PM disseram que o trio pretendia vender o armamento por R$ 5.300, mas a polícia não confirmou a informação.

Na manhã desta quarta-feira (26), eles estão detidos na Coordenadoria de Custódia Provisória (CCP), que fica no batalhão de Lauro de Freitas, cidade da Região Metropolitana de Salvador.

A PM afirmou ainda que um inquérito será aberto na esfera penal, e que um processo administrativo também tramitará. O procedimento pode resultar na exclusão dos militares da corporação. A polícia não disse se eles serão afastados dos cargos até a conclusão do caso.



Foto: Reprodução/Redes Sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->