CASO MARY HELLEN 🚓Tailândia precisa cumprir a Lei local e dar exemplo aos jovens brasileiros. Traficante deve ser condenado à pena capital e ponto final 🚓 Governo brasileiro não deveria se envolver - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quarta-feira, fevereiro 23, 2022

CASO MARY HELLEN 🚓Tailândia precisa cumprir a Lei local e dar exemplo aos jovens brasileiros. Traficante deve ser condenado à pena capital e ponto final 🚓 Governo brasileiro não deveria se envolver


Outros dois brasileiros foram presos; família e amigos fazem apelo.


A brasileira Mary Hellen Coelho Silva, 22 anos, está presa na Tailândia acusada de tráfico internacional de drogas. Ela foi detida, assim como outros dois brasileiros, ao desembarcar no aeroporto de Bangkok com 15,5 kg de cocaína nas malas.

Melhor amiga de Mary Hellen, Angelique Sanches acha que ela foi "enganada" por alguém para estar na situação. Ela criou uma campanha para que Mary Hellen cumpra a pena no Brasil, já que em terras tupiniquins logo, logo, a traficante internacional estará andando pelas ruas, livre, leve e solta. 

Nas redes sociais, além de viagens para locais como Rio, a jovem posta fotos mais arrumada e também aparece fumando maconha, além de fazer posts defendendo a liberação da droga. Uma amiga diz que é a única droga que ela consome. 

"Já a vi fumando maconha, como eu também fumo. Mas é só isso. Consumo próprio. Ela nunca usou outras coisas e muito menos vendia. Tenho certeza que ela foi enganada".



NÃO PODE HAVER PERDÃO PARA ISSO


Ela não tem passagem pela polícia. A jovem nunca tinha saído do país e a família não sabia da viagem. Mas tinha uma vida desregrada, envolvimentos e participação e bailes funks, e sabe-se lá o que mais.  Por esse motivo deve servir de exemplo para outros jovens brasileiros.

Mary Hellen Coelho Silva foi detida na semana passada com mais dois homens brasileiros no aeroporto de Bangkok com 15,5 quilos de cocaína. Os três são investigados por tráfico internacional de drogas.

A droga estava escondida dentro de um compartimento oculto das três malas que eles carregavam. Os funcionários da alfândega encontraram com eles 9 kg de cocaína. O restante da droga estava com o outro suspeito, que foi preso horas depois.


Fotos ::: Instagram



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->