Dois homens foram presos nas cidades de Camaçari e Candeias suspeitos de terem agredido suas mulheres - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

domingo, fevereiro 20, 2022

Dois homens foram presos nas cidades de Camaçari e Candeias suspeitos de terem agredido suas mulheres




Dois homens que agrediram suas companheiras foram presos na noite deste sábado (19/2)em ações distintas que aconteceram nas cidades de Camaçari e Candeias, localizadas na Região Metropolitana de Salvador (RMS).


Por volta das 21h, o 12º Batalhão da Polícia Militar (BPM) foi acionado pelo Centro Integrado de Comunicações (Cicom) para atender uma ocorrência de violência doméstica, no bairro dos 46, em Camaçari.

No endereço, a vítima foi encontrada e identificada pelos policiais. As agressões foram relatadas pela mulher, que disse também ter seus materiais domésticos domésticos destruídos pelo companheiro. A vítima levou os policiais até o agressor que foi capturado e encaminhado para a Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (Deam).

Também na noite do sábado (19/2), no município de Candeias, mais um agressor foi preso. Guarnições da 10ª Companhia Independente da PM (CIPM) capturaram um homem, após a companheira acionar a polícia e informar que tinha sido agredida.

O criminoso estava na casa de um familiar e, com a permissão do proprietário, os policiais entraram e realizaram a prisão. O agressor foi apresentado na 20ª Delegacia Territorial (DT).

TRÁFICO

Ainda na Região Metropolitana de Salvador, drogas e armas foram apreendidas nas cidades de Simões Filho e Lauro de Freitas, no sábado (19/2).

Em Simões Filho, a 22ª Companhia Independente da PM encontrou um quilo de maconha, 13 porções de drogas (maconha e cocaína), duas balanças e embalagens para armazenar drogas. Os materiais foram apreendidos na localidade Coroa da Lagoa, após fuga de traficantes, foram apresentados na 22ª DT.



‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.



Credito da foto:divulgação/SSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->