Em Alagoinhas, Atlético supera o Bahia e vence clássico baiano da Copa do Nordeste; veja os melhores momentos - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

domingo, fevereiro 06, 2022

Em Alagoinhas, Atlético supera o Bahia e vence clássico baiano da Copa do Nordeste; veja os melhores momentos



Deu Atlético na disputa do clássico baiano valendo pela fase de grupos da Copa do Nordeste 2022. O campeão baiano não se intimidou e superou, de virada, o Bahia, atual campeão da competição regional. Durante todo o duelo, o "Carcará" impôs um jogo bastante aguerrido e perseguiu a vitória, por 2 a 1, que veio no final da partida.

O JOGO

Com pouco mais de um minuto o Atlético se apresentou ao ataque e depois de uma boa triangulação, Dionísio fez o arremate para o gol, mas a bola chegou fácil para a defesa tranquila de Danilo Fernandes.

O time de Alagoinhas começou a partida mais seguro em seus objetivos e incomodava muito a defesa do Bahia. O Carcará, mais organizado no meio de campo conseguia imprimir maior ritmo e volume ao jogo, apesar de não acertar as conclusões das jogadas.

Somente aos 13 minutos, em cobrança de falta o Bahia teve a sua primeira finalização na partida, mas a bola chutada por Matheus Bahia cobriu a meta do goleiro Fábio Lima.

Porém, mesmo não atuando bem, foram os visitantes que abriram o placar. Aos 15, Cirino ganhou disputa de bola pelo alto, deu uma deslocada de cabeça e encontrou Raí Nascimento, aprofundado, chegando na cara do gol para marcar 1 a 0.

Os donos da casa sentiram a desvantagem e, nos primeiros momentos, após o gol adverso, sofreu com, pelo menos, mais duas investidas perigosas do Bahia.

Contudo, aos 22, Lucas responde em chute de fora da área, após roubada de bola no meio campo. Aos 25 foi a vez de Dionísio chutar cruzado, da entrada da área, e se a bola não desviasse em Ignácio poderia vencer Danilo Fernandes.

Com mais de 30 minutos, o Bahia só conseguia levar perigo em jogadas de bola parada. Em duas oportunidades, pelo lado direito do ataque, Matheus Bahia fez chuveiradas perigosas, mas não foram aproveitadas pelos atacantes.

Aos 37, uma jogada polêmica: em disputa acirrada, envolvendo Ignácio do Bahia e Lucas do Atlético, sobrou para o jogador do Carcará, que acabou sendo expulso. A decisão causou muitas reclamações por parte dos donos da casa.

Próximo do fim do primeiro tempo, mesmo com um homem a menos, o time de Alagoinhas conseguiu o que buscava. Aos 45 minutos Irã resolveu bem a finalização de uma jogada bem ensaiada de cobrança de falta. Miller acionou o companheiro fazendo um passe pelo lado da barreira. Ele só teve o trabalho de se antecipar à marcação e tocar na saída do goleiro para empatar a partida.

Ainda, na primeira etapa, o Bahia tentou responder. Aos 48 minutos, aproveitando uma falha da zaga, Ronaldo domina na entrada da pequena área e tentou colocar no canto esquerdo do goleiro, mas Fábio Lima espalmou e levou o empate para o intervalo do jogo.

No início do segundo tempo, assim como na primeira etapa, o Atlético ditava o ritmo do jogo e parecia que era o time com um jogador a mias na disputa. E aos quatro minutos, uma jogada favoreceu bastante a equipe do interior. Matheus Bahia chega atrasado na bola, faz falta dura no adversário e acabou expulso.

Com o mesmo número de jogadores em campo, os dois times fizeram alterações no elenco e fase final da partida começou a ficar mais equilibrada. Aos 13 Djalma e William Maranhão trocaram passe pelo lado esquerdo e levaram perigo à meta atleticana.

Aos 15, Tiaguinho leva a melhor sobre Djalma e tenta colocar a bola no ângulo esquerdo de Danilo, mas a redonda subiu demais. Aos 17 um lindo cruzamento de Matheus Leal, foi desperdiçado pelo atacante Miller do Atlético.

O Bahia, depois da entrada de Danielzinho e Rodallega conseguiu articular jogadas perigosas. E o centro avante colombiano teve, pelo menos, três boas chances de deixar o Tricolor de Aço à frente do placar. Em uma delas, aos 41 minutos, ele não acreditou na falha do goleiro Fábio Lima e chegou atrasado para colocar a bola dentro do gol, depois do cruzamento de Douglas Borel.

Mas aos 48 minutos, o time que esteve mais lúcido durante todo o jogo, ampliou o plcar virando o jogo. Dionísio aproveitou bem o passe recebido na entrada da área e concluiu em gol, dando números definitivos à partida: Atlético 2 x 1 Bahia.


Foto ::: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->