Crise da Uber 👎 Motivo pode ser baixo número de motoristas para cada passageiro 👎 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

domingo, março 20, 2022

Crise da Uber 👎 Motivo pode ser baixo número de motoristas para cada passageiro 👎



De acordo com dados da agência Elite Motoristas, até o final de 2021, a quantidade de motoristas ativos da Uber era de 556 mil na cidade de São Paulo. Pode parecer muito, mas na verdade não é. Isso porque se formos considerar a cidade de São Paulo (SP), a média, conforme o mesmo levantamento e o mesmo período, é de aproximadamente 1 motorista para 22 passageiros que buscam por uma corrida.



Esses referenciais podem explicar a demora e o cancelamento de corridas – ocasionados também pelas taxas do app e pela alta corrente dos combustíveis.

Ter apenas 1 motorista para mais de 20 usuários (em SP – capital) também ocasiona problemas para a Uber. Por exemplo, alguns casos que chegaram a parar no Procon – SP (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor), além de órgãos de defesa de outros Estados.

Tempo de espera e excesso de cancelamentos

O excesso de cancelamentos e tempo muito grande de espera por uma corrida desde meados de 2021 são os dois maiores problemas que a empresa enfrenta – tanto na cidade de São Paulo como em outras regiões do Brasil. De acordo com a Elite Motoristas, a crise da Uber pode ter como um dos motivos o baixo número de motorista para os usuários que necessitam do serviço.

Além disso, quem trabalha com o transporte por app explica estes problemas com o baixo valor repassado pela empresa somado ao alto preço dos combustíveis.

Os motoristas do app também alegam que, desde 2014 (quando a Uber adentrou no Brasil), os combustíveis aumentam, outras despesas idem. As tarifas pagas por estes motoristas à empresa também aumentam desde então.

Dessa forma, motoristas alegam cancelar corridas, a fim de evitar prejuízos. E, como resultado, os passageiros acabam esperando muito tempo para conseguirem embarcar.

Por fim, conforme a Elite Motoristas, a situação não tende a melhorar e até pior agora em 2022 – haja vista que muitos motoristas decidiram abandonar este tipo de trabalho e passageiros estão, novamente, optando por táxi ou mesmo transporte público – de acordo com matérias já divulgadas.



Com informações de Elite Motoristas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->