Governador Rui Costa (PT-BA) promove série de exonerações de cargos do Governo ligados ao PP - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

terça-feira, março 22, 2022

Governador Rui Costa (PT-BA) promove série de exonerações de cargos do Governo ligados ao PP




O governador da Bahia, Rui Costa (PT), promoveu, nesta terça-feira (22/3), uma série de exonerações de nome ligados ao PP, partido que formalizou na última semana a migração para o bloco do pré-candidato a governador ACM Neto.


As informações estão contidas no Diário Oficial do Estado, que trouxe 82 exonerações de cargos ligados às secretarias de Desenvolvimento Econômico (SDE), da Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIhs), e a do Planejamento e também a de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri).

Além destas, houve debandada na Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), antes comandada por Nestor Duarte, aliado de Marcelo Nilo (sem partido), que também rompeu com Rui.

Neste cenário, destacam-se parentes de caciques do PP baiano. Foi o caso de Marcelo Cajado, agora ex-coordenador da Superintendência de Infraestrutura Hídrica, da Sihs. Ele é irmão de Claudio Cajado, deputado federal baiano que é presidente em exercício do PP nacional.

Também deixou o Governo Jabes Júnior, agora ex-assessor técnico da Seagri. Ele é filho do secretário-geral do PP estadual, Jabes Ribeiro.

A movimentação acontece em meio à saída progressiva do PP da base de Rui. Na semana passada, o vice-governador João Leão entregou o cargo na Secretaria de Planejamento (Seplan). Seguiram ele Nelson Leal, ex-SDE, e Leonardo Góes da Silva, ex-Sihs.

Nos últimos dias, o vice-governador tem utilizado as redes sociais para cutucar Rui e o senador Jaques Wagner (PT). Na última segunda-feira (21/3), ele citou nominalmente o governador. 

“Então, agora, não adianta querer construir narrativa. Eu não menti, não coloquei faca no pescoço de ninguém. Tem gente derrapando”,

escreveu, no Twitter.

Nesta terça, Leão afirmou que não vai colecionar inimigos no antigo grupo aliado. “Sempre fiz política em altíssimo nível, é minha maneira de ser. Não faço inimigos, coleciono amigos. Não esperem que eu brigue com ninguém, mesmo com quem tem se esforçado para isso”, postou na mesma rede social.

Na última semana, ele, que é presidente estadual do PP, pontuou que as ações do partido se baseariam na forma em que o PT os trataria.



‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.



Foto ::: Reprodução / Ilustrativa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->