PC-BA passa por reestruturação e unidades serão alocadas em prédios da EBDA e da Ebal - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, março 25, 2022

PC-BA passa por reestruturação e unidades serão alocadas em prédios da EBDA e da Ebal




A Polícia Civil da Bahia (PC-BA) vai passar por uma reestruturação com a mudança de endereço de vários departamentos. É o caso do imóvel que abrigava a antiga Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), que agora vai comportar a operação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 


A informação foi confirmada ao Bahia Notícias pela corporação que disse, ainda, que o prédio passa por reformas para abrigar, além do DHPP, o Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) e o Departamento de Crimes Contra o Patrmônio (DCCP).

Atualmente, o Depom e o DCCP estão sediados na Piedade e o DHPP na Pituba. Segundo a Polícia Civil, a previsão é que a migração ocorra no mês de maio. O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) também vai deixar o bairro da Pituba e será abrigado no Complexo dos Barris, cujas obras já se encontram em fase de conclusão.

As definições representam algumas mudanças nos planos iniciais da gestão estadual, que anunciou no primeiro semestre de 2021 a intervenção em um imóvel próprio que abrigaria unidades da PC-BA. Em maio do ano passado, o governo informou que o antigo prédio da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal), no Vale do Ogunjá, em Salvador, comportaria as sedes dos Departamentos de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), além do Centro de Documentação e Estatística Policial (Cdep).

Cerca de 10 meses após o anúncio, a licitação da obra está em andamento e tem promessa de homologação ainda no mês de março. A informação foi confirmada ao Bahia Notícias pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA). De acordo com a SSP, não há previsão para o início das obras no local e não é possível definir prazos para entrega da nova estrutura na atual fase do processo licitatório.

À época, o governador Rui Costa (PT) visitou o local ao lado do secretário de Segurança Pública, Ricardo Mandarino, e da delegada-geral da Polícia Civil, Heloísa Brito, e o projeto para as novas instalações, de responsabilidade da Coordenação Executiva de Infraestrutura da Rede Física (Ceirf), estava sendo ajustado. O processo de licitação foi iniciado após a revisão do projeto.

"Nós estamos planejando a intervenção em várias delegacias, em várias unidades da Polícia Civil. Onde é prédio próprio, estamos requalificando, como no Complexo dos Barris, que vai receber uma reforma completa dando qualidade e melhorando o ambiente de trabalho dos profissionais. E as unidades em prédios alugados nós estamos remanejando para instalações próprias", destacou Rui Costa na ocasião.

Com a mudança de rumo, ainda não há confirmação de qual departamento será de fato transferido para o prédio da Ebal, mas a expectativa é de que o prédio no Vale do Ogunjá abrigue a Coordenação de Documentação e Estatística Policial (CDEP) e a Corregedoria.



Foto ::: Reprodução 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->