União Brasil reforça que filiação de Moro exclui candidatura à presidência - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, abril 01, 2022

União Brasil reforça que filiação de Moro exclui candidatura à presidência




No contexto em que o ex-ministro Sérgio Moro sugerir que abria mão “nesse momento” de uma candidatura à presidência da República ao se filiar ao União Brasil, a Comissão Instituidora do partido emitiu uma nota em que indica que a chegada do ex-juiz inclui a desistência dele na corrida pelo Palácio do Planalto. “Não há hipótese de concordarmos com sua pré-candidatura presidencial pelo partido”, aponta o documento encabeçado pelo secretário-geral da sigla, ACM Neto.


Mais cedo, por meio de nota publicada nas redes sociais, Moro sugeriu a desistência, porém usou a expressão “nesse momento” o que colocava a condição como uma possibilidade temporária. “Para ingressar no novo partido, abro mão, nesse momento, da pré-candidatura presidencial e serei um soldado da democracia para recuperar o sonho de um Brasil melhor”, divulgou o ex-ministro do governo de Jair Bolsonaro.

“Entendemos que Moro pode contribuir muito para o debate político nacional. Entretanto, deixamos claro que o seu eventual ingresso ao União Brasil não pode se dar na condição de pré-candidato à Presidência da República”, 

apontou a carta. 

A legenda sugere ainda quais caminhos o ex-juiz pode ter com a filiação: 

“Caso seja do interesse de Moro construir uma candidatura em São Paulo pela legenda será muito bem-vinda”. 

Nos bastidores, o ex-ministro é citado como pré-candidato a deputado federal. Porém aliados dele teriam sugerido a possibilidade de uma candidatura o Senado ou até mesmo ao governo paulista.

Além de ACM Neto e do prefeito de Salvador, Bruno Reis, assinam o documento Efraim Filho, José Agripino Maia, Ronaldo Caiado, Prof. Dorinha, Mendonça Filho e Davi Alcolumbre.


Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->