Líder do tráfico que ostentava armas nas redes, "Nandão" de Camaçari morre após confronto: comparsas impõem toque de recolher e prometem "furar" delegacia - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

segunda-feira, maio 30, 2022

Líder do tráfico que ostentava armas nas redes, "Nandão" de Camaçari morre após confronto: comparsas impõem toque de recolher e prometem "furar" delegacia



Um homem, identificado como "Nandão", morreu após troca de tiros com a Polícia Militar em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. O caso aconteceu no domingo (29/5), na localidade conhecida como Cascalheira de Monte Gordo, e envolveu agentes da 59ª Companhia Independente (CIPM/Vila de Abrantes).


Segundo a PM, guarnições da unidade faziam rondas quando se depararam com um grupo de homens armados. Os bandidos começaram a atirar. Houve intenso confronto e, ao final, "Nandão" foi encontrado ferido. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Geral de Camaçari, mas não resistiu.

Com o homem, foram encontrados uma pistola, munições de fuzil, pinos de cocaína, máquina de cartão de crédito e um rádio de comunicação.

AMEAÇAS EM MONTE GORDO

"Nandão" fazia parte da facção criminosa KLV, que tem dominado o tráfico de drogas em parte do litoral de Camaçari. Ele era considerado um dos líderes da organização e era suspeito de vários homicídios, segundo a polícia. Por conta dessa influência, um suposto "toque de recolher" foi imposto, nesta segunda-feira (30/5).

"Viemos informar que a favela está de luto. Som, mercado, aniversários, pizzarias, tudo fechado. É melhor todo mundo abraçar a ideia para não vim as consequências", 

ameaçaram um dos comparsas de "Nandão" por meio das redes sociais. O traficante fazia questão se ostentar armamento pesado também por meio das mídias digitais.


E assim foi feito. Comércios fecharam na região e algumas ruas ficaram completamente desertas. Muros com a palavra "luto" foram pichados, em uma demonstração de força dos traficantes. Além disso, outra situação preocupa: em uma das mensagens, bandidos da KLV ameaçam "furar" a delegacia de Vila de Abrantes.

O policiamento está reforçado na região com viaturas da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/Rondesp RMS) e da 59ª CIPM.



Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no Instagram, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 - 7440. Nos insira nos seus grupos!


Credito da foto:redes sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->