ALERTA 🚧 Bahia registra primeiro caso suspeito de varíola dos macacos; vem aí São João e Carnaval🚧 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quarta-feira, junho 15, 2022

ALERTA 🚧 Bahia registra primeiro caso suspeito de varíola dos macacos; vem aí São João e Carnaval🚧



Indivíduo residente na capital baiana foi internado com os três principais sintomas da doença. Amostra foi encaminhada para a referência nacional .


O estado da Bahia registrou o primeiro caso suspeito de varíola do macaco. A informação foi divulgada oficialmente na tarde desta quarta-feira, 15, pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

De acordo com a pasta, o indivíduo residente na capital baiana foi internado com a tríade de sintomas da doença: febre alta de início súbito, adenomegalia e erupção cutânea.

Atualmente, ele se encontra internado em uma unidade hospitalar da rede privada, além de estar sendo acompanhado pelos centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) de Salvador e o da Bahia.

A amostra foi enviada ao Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), que encaminhou para a referência nacional. Ainda não há previsão de resultado laboratorial.

Monkeypox

Monkeypox é uma zoonose viral, do gênero Orthopoxvirus, da família Poxviridae, que se assemelha à varíola humana, erradicada em 1980. A doença cursa com febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, adenomegalia, calafrios e exaustão.

A infecção é autolimitada com sintomas que duram de duas a quatro semanas, podendo ser dividida em dois períodos: invasão, que dura entre zero e cinco dias, com febre, cefaleia, mialgia, dor das costas e astenia intensa.

A erupção cutânea começa entre um e três dias após o aparecimento da febre. A erupção tem características clínicas semelhantes com varicela ou sífilis, com diferença na evolução uniforme das lesões.

Casos no país

A Secretaria de Saúde de São Paulo confirmou, na noite da última terça-feira, 14, o terceiro caso de varíola dos macacos no estado e quinto no Brasil. O terceiro paciente paulista infectado é um homem de 31 anos, que reside na capital do estado. Ele está internado no Instituto de Infectologia Emílio Ribas e possui histórico de viagem para a Europa.

De acordo com a secretaria, a Vigilância Epidemiológica do município monitora o caso e pessoas que tiveram contato com o paciente. O quadro de saúde do homem contaminado é estável, segundo a pasta. Na manhã desta quarta-feira,15, o primeiro caso da doença no Rio de Janeiro também foi confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS-RJ).

A Organização Mundial da Saúde (OMS), vai convocar o Comitê de Emergência sob o Regulamento Sanitário Internacional para avaliar se será decretada emergência de saúde pública de interesse internacional por conta da doença.

Em comunicado, diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, afirmou que quase 1.500 casos suspeitos da doença estão em investigação em todo o mundo e 72 mortes foram registradas em países da África. Nos países não endêmicos, nenhum óbito foi confirmado, e pontuou que a Organização acompanha o óbito sob investigação no Brasil.

O Ministério da Saúde, após recomendação da OMS para vacinar grupos prioritários, articula as tratativas para aquisição do imunizante contra a doença. A Organização coordena o acesso a vacina, de forma global, para os países com casos confirmados da enfermidade.


Foto: Divulgação | iStock


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->