Após boatos, PF nega encontro de corpos de supostos "indigenista" e "jornalista" - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

domingo, junho 12, 2022

Após boatos, PF nega encontro de corpos de supostos "indigenista" e "jornalista"




Material orgânico 'aparentemente humano' encontrado na sexta-feira já foi enviado para a perícia; buscas por Bruno Pereira e Dom Phillips continuam. PF confirmou encontro de material orgânico 'aparentemente humano', mas negou encontro de corpos.



A Polícia Federal desmentiu neste sábado (11) boatos que circularam nas redes sociais sobre as operações de busca pelo indigenista Bruno Pereira e o jornalista Dom Phillips terem encontrado corpos nos rios da região do Vale do Javari, na Amazônia. Segundo a PF, as buscas pelos desaparecidos continuam.

O material orgânico, descrito como 'aparentemente humano', encontrado na sexta-feira já chegaram ao Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, onde passara por perícia. Outros vestígios coletados nas buscas também já estão sob análise.

Segundo a PF, foi feita na sexta-feira a coleta do material genético de referência do jornalista e do indigenista desaparecidos. Ele será utilizado na comparação com amostras de sangue encontradas na lancha de Amarildo da Costa de Oliveira, conhecido como Pelado, o principal suspeito de envolvimento no desaparecimento da dupla. Amarildo teve sua prisão temporária decretada nesta quinta-feira.

Segundo a Polícia Federal, material genético foi coletado junto ao irmão de Bruno Pereira, em Recife. Material referente ao jornalista Dom Phillips foi coletado em Salvador, onde ele tem residência.

O desaparecimento da dupla foi alertado pela União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja) nesta segunda-feira. O Vale do Javari é a região com a maior concentração de povos indígenas isolados do mundo.


Foto ::: Reprodução/Exército 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->