Caso Miguel: Sari Corte Real é condenada a 8 anos de prisão após morte do menino de 5 anos em 2020 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quarta-feira, junho 01, 2022

Caso Miguel: Sari Corte Real é condenada a 8 anos de prisão após morte do menino de 5 anos em 2020


A ex-primeira-dama de Tamandaré (PE), Sari Corte Real, foi condenada a oito anos e seis meses de reclusão por abandono de incapaz com resultado em morte, pelo óbito de Miguel Otávio de Santana, de 5 anos, que caiu do prédio de luxo no qual a mulher morava, em Recife, no dia 2 de junho de 2020. A mãe do garoto era funcionária de Sari e passeava com o cachorro da patroa no momento do ocorrido.



Relembre o caso: Menino de 5 anos morre ao cair de prédio enquanto era cuidado pela patroa da mãe

A decisão foi proferida pelo juiz José Renato Bizerra, titular da 1ª Vara dos Crimes contra a Criança e o Adolescente da Capital. Ele determinou que Sari cumpra a pena, inicialmente, em regime fechado. Porém, a mesma pode recorrer em liberdade.

"Não há pedido algum a lhe autorizar a prisão preventiva, a sua presunção de inocência segue até trânsito em julgado da decisão sobre o caso nas instâncias superiores em face de recurso, caso ocorra”, 

consta na sentença.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no Instagram, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 - 7440. Nos insira nos seus grupos! 

 

Fotos ::: Divulgação 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->