PM BAIANA HUMILHADA Comandante da PM determinou "força necessária" após bandidos ostentarem armas na Gamboa; briga de família de traficantes pode ter provocado guerra - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quarta-feira, junho 01, 2022

PM BAIANA HUMILHADA Comandante da PM determinou "força necessária" após bandidos ostentarem armas na Gamboa; briga de família de traficantes pode ter provocado guerra




Em entrevista à TV Aratu, nesta quarta-feira (1/6), o comandante do 18º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Centro Histórico), tenente coronel Cesar Albuquerque, falou sobre a Operação Inquietação, deflagrada durante a manhã, após a circulação de vídeos nos quais criminosos armados fazem ameaças na região da Gamboa, em Salvador.


As imagens foram gravadas na Avenida Lafayete Coutinho (Contorno). Segundo Albuquerque, a determinação imediata do comandante-geral da PM, coronoel Paulo Coutinho, foi iniciar a operação com a "força que fosse necessária". Ao todo, seis unidades da PM estão envolvidas, com equipes por terra, mar e ar.

O comandante do 18º BPM também afirmou que o clima na região da Gamboa "está totalmente pacífico, mas a operação não tem hora pra acabar". Para isso, uma base móvel foi instalada na área, sem prazo para sair.

Sobre os rumores - passados à reportagem da TV Aratu - de que as ameças seriam em razão de uma "briga de família" que comandava o tráfico na região, Albuquerque foi enfático. "A PM não reconhece ninguém como detentor do comando de tráfico nem coisa semelhante. Tivemos, sim, um embate entre dois grupos que rivalizaram, com um homicídio de cada lado, no final de semana, e eles querem ocupar o espaço, mas a Polícia Militar está aqui para mostrar que quem ocupa esse espaço, e qualquer outro, é a Polícia Militar da Bahia".

O tenente coronel Cesar Albuquerque também declarou que a corporação acredita que os criminosos em questão tenham deixado o local.


Credito da foto:reprodução/TV Aratu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->