Quatro são presos por sequestro em Nazaré no Recôncavo baiano; crime foi encomendado por interno de presídio - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quarta-feira, junho 01, 2022

Quatro são presos por sequestro em Nazaré no Recôncavo baiano; crime foi encomendado por interno de presídio




A Polícia Civil prendeu na noite desta segunda-feira (30) em Nazaré, no Recôncavo, quatro acusados de envolvimento em um sequestro. As vítimas – um caminhoneiro e o ajudante dele – foram libertadas ilesas. Conforme a polícia, o mandante do crime foi um homem que está detido no presídio da Mata Escura, em Salvador. Ele foi identificado em revista também nesta segunda.


“Um dos participantes do crime comprou maquinários para panificação na cidade de Ruy Barbosa, fazendo o pagamento de R$ 25 mil via Pix. A entrega do material seria realizada numa localidade próxima à cidade de Nazaré, onde foram levados num caminhão pelo caminhoneiro e seu ajudante. Ao chegar no local, e ter contato com o suposto comprador, as vítimas foram levadas a uma área rural, onde outros integrantes do grupo realizaram o sequestro”, detalhou o titular da delegacia de Nazaré, Adilson Freitas.

Ainda segundo a Polícia Civil, o homem que vendeu o maquinário percebeu que o Pix era falso. Ele entrou em contato com a delegacia de Nazaré e informou que os golpistas exigiam R$ 30 mil para liberar os reféns.

“De imediato iniciamos o trabalho de polícia judiciária e empreendemos diligências. Inicialmente prendemos um dos criminosos e recuperamos o caminhão e a mercadoria subtraída. Posteriormente localizamos a pessoa responsável por esconder o veículo e os produtos”, completou o delegado.

Após um cerco no matagal, os policiais conseguiram resgatar as vítimas e prender mais um integrante do grupo. Ainda nas diligências, o mandante do crime, que é interno no presídio de Salvador, também foi autuado em flagrante. A quadrilha vai responder por extorsão mediante sequestro e roubo majorado, em relação ao caminhão e a carga, e por associação criminosa.



Foto: Divulgação / Polícia Civil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->