Ataque de PM deixa oito mortos: filhos pequenos, esposa, mãe e irmão estão entre as vítimas no Paraná - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, julho 15, 2022

Ataque de PM deixa oito mortos: filhos pequenos, esposa, mãe e irmão estão entre as vítimas no Paraná


Um soldado da Polícia Militar lotado em Toledo, no Paraná, matou oito pessoas na madrugada desta sexta-feira (15/7). Identificado como Fabiano Júnior Garcia, de 37 anos, o PM assassinou seis familiares e duas pessoas desconhecidas nas cidades de Toledo e Céu Azul, Oeste do estado.


De acordo com as Polícias Militar e Civil, entre os mortos estão sua esposa, Kassiele Mendes, seus dois filhos, de quatro e oito anos, além de uma enteada, de 12 anos. A própria mãe e o irmão do suspeito também morreram.

Fabiano era soldado há 12 anos e estava lotado no 19º Batalhão de Toledo. As informações da PM dizem que ele não aceitava o fim do relacionamento com Kassiele. No percurso de assassinatos, a PM acredita que Fabiano matou primeiro sua esposa e a enteada, no imóvel do casal, em Toledo.

Em seguida, foi até a casa da mãe, na mesma cidade, e esfaqueou dona Irene Garcia, de 79 anos, e baleou seu irmão, Claudomiro Garcia, de 50 anos. Antes de seguir, ele matou mais duas pessoas escolhidas aleatoriamente: Kaio Felipe Siqueira da Silva, de 17 anos e Luiz Carlos Becker, de 19 anos.

Depois, foi até o município de Céu Azul, que fica a 63 km de Toledo, atrás dos outros filhos que moravam com a avó materna. Lá chegando, o PM continuou com as mortes e matou seus filhos de quatro e oito anos, baleados.

Voltando para Toledo, viu uma equipe de atendimento na casa em que morava, atendendo a esposa e a enteada. Após estacionar no local, Fabiano se suicidou com um tiro na cabeça.

A corporação disse que Fabiano era um “excelente profissional” e que havia trabalhado na noite anterior, deixando o plantão por volta das 19h. O caso será investigado pela Polícia Civil do Paraná.


Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no Instagram, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 - 7440. Nos insira nos seus grupos!



Credito da foto:reprodução/Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->