CENSURA + CENSURA À LIBERDADE DE EXPRESSÃO 🇦🇴 MP da Bahia denuncia dupla por intolerância e discriminação religiosa. Comunistas em ação 🇦🇴 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sábado, julho 30, 2022

CENSURA + CENSURA À LIBERDADE DE EXPRESSÃO 🇦🇴 MP da Bahia denuncia dupla por intolerância e discriminação religiosa. Comunistas em ação 🇦🇴


Os dois homens fizeram comentários em uma publicação de um vereador que criticava a aprovação de projeto de lei. Na quinta-feira, 28, de acordo com as informações do MP-BA, Valdenir Cardoso da Silva e Fabiano Silva Vieira foram denunciados.


Na cidade de Brumado, no oeste da Bahia, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) denunciou dois homens pelo crime de praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

Na quinta-feira, 28, de acordo com as informações do MP-BA, Valdenir Cardoso da Silva e Fabiano Silva Vieira foram denunciados.

A denúncia apresentada pelo promotor de Justiça Alex Bezerra Bacellar, levou em conta que no dia 27 de março de 2019, os denunciados por meio de seus perfis pessoais em uma rede social, fizeram comentários em uma publicação de um vereador municipal.

A publicação criticava a aprovação de um projeto de lei sobre a construção de monumento em homenagem ao candomblé, no município de Brumado.

Conforme investigado pelo MP, Valdenir comentou na publicação “chuta que é macumba” e Fabiano respondeu “pode mandar exorcizar que estar endemoniada (sic)”.

“Os comentários configuram ofensa com cunho de intolerância e discriminação religiosa relativa ao Candomblé”, relatou o promotor de Justiça.

Alex Bezerra informou ainda que a MP tentou firmar um acordo de não persecução penal, porém nenhum dos denunciados deu retorno quanto à proposta. Fabiano ainda disse que o perfil na rede social, indicado pelo MP como responsável pela postagem, lhe pertencia, “mas não se lembrava de ter feito esse comentário”.

Já Valdenir, negou ter feito a referida postagem. Apesar disso, diante das provas da materialidade e dos indícios suficientes de autoria apurados, o MP ofereceu a denúncia.


Foto ::: Ilustrativa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->